Início Pindamonhangaba Defesa Civil e Brigada voluntária de incêndio combatem fogo em mata na...

Defesa Civil e Brigada voluntária de incêndio combatem fogo em mata na região do Piracuama em Pinda

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

A Defesa Civil de Pindamonhangaba foi acionada na tarde do dia 19 de julho, para combater incêndio em mata no bairro da Cerâmica, após solicitação de apoio do Corpo de Bombeiros, que já estava com seu efetivo em outras demandas.

Publicidade

A equipe de Defesa Civil rapidamente se deslocou para o local em duas viaturas, com 05 agentes e também o diretor do Departamento, para combaterem o incêndio que já havia queimado boa parte da vegetação e estava caminhando em direção a uma área de vegetação fechada, com possibilidade de danos ambientais maiores. Com a utilização de bomba costal e abafadores, o incêndio foi controlado pelos agentes em poucos minutos e a equipe permaneceu por lá fazendo o rescaldo, até não haver mais risco do fogo voltar.

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

No dia anterior (domingo 16) no bairro Bom Sucesso, por volta das 17 horas, houve outro incêndio em vegetação rasteira onde, na ocasião, o incêndio foi controlado pelo morador Douglas, Bombeiro Civil e líder da Brigada Voluntária do Piracuama. Douglas, com ajuda de mais 3 voluntários, moradores do bairro, puderam juntos combater o incêndio, quando o apoio dos Bombeiros chegou no local, a situação já havia sido controlada.

Segundo o diretor de DC, Michel Cassiano, “estamos em uma época de forte estiagem, com baixa umidade relativa do ar. Neste sentido, é muito importante o trabalho destas brigadas que podem nos auxiliar no combate inicial dos incêndios, pois estão mais próximas dos locais, não deixando que o fogo tome uma proporção maior, com maiores danos ao meio ambiente. Solicito a conscientização da população para que não façam queimadas para limpar terrenos ou outro motivo qualquer, pois pode haver a perda do controle desta queimada e virar um incêndio de grandes proporções”, destacou.