Início Pindamonhangaba Primeira fase do cemitério de Moreira César será concluída em maio

Primeira fase do cemitério de Moreira César será concluída em maio

Foto: divulgação/ PMP

As obras da primeira fase da construção do cemitério de Moreira César estão sendo concluídas e devem terminar em maio deste ano. A utilização do cemitério de Moreira César vai beneficiar a todos, além de aliviar o uso do cemitério municipal de Pindamonhangaba, que está operando no limite.

Publicidade

A primeira etapa consiste na edificação do prédio administrativo, área de serviços, sanitários, quatro salas de velório, parte elétrica, hidráulica, pintura, instalação de gradil na área frontal do cemitério e estrutura.

Parte das laterais e do fundo serão fechados em outro momento, pois a área do cemitério é muito grande – cerca de 110 mil m² – e com possibilidade de expansão.
Após a finalização da primeira etapa por parte da empresa Convale, haverá serviços da segunda fase, com a empresa Multivale – que assinou recentemente contrato com a Prefeitura.

Foto: divulgação/ PMP

A expectativa é que os serviços da segunda fase sejam iniciados em julho e concluídos no fim de 2022. De acordo com a secretária de Obras e Planejamento da Prefeitura, Marcela Franco, a ação vai contemplar a construção de 1.792 lóculos para sepultamento, com toda a tubulação instalada e filtro anaeróbico – contemplando até 5 mil lóculos.

Ela disse que a empresa já iniciou processo de aquisição dos materiais a serem utilizados na obra, bem como contratação de equipes para os trabalhos. “Toda a estrutura já virá pré-moldada, facilitando e acelerando a instalação, tudo já com acabamento, pintura específica, de fácil higienização e outras características técnicas”.

Marcela Franco explicou que “na tubulação haverá a troca de gás carbônico por oxigênio – favorecendo a decomposição em menor tempo, sem formação de chorume, sem contaminação de lençol freático, sendo desta forma um processo mais higiênico, organizado e moderno”.

Com a finalização do trabalho estrutural, a Prefeitura vai dar entrada no processo de licença de operação junto à Cetesb. “Já temos a licença de instalação e vamos trabalhar na licença de operação, para ser validada pelo órgão responsável – que é a Cetesb”, completou a secretária.

Paralelo a este processo, a Prefeitura tem trabalho na viabilização de verba para o prolongamento da pavimentação na avenida Nilceia Aparecida Borges de Freitas, no Laerte Assunção – de acesso ao cemitério. A secretária explicou que é uma obra de R$ 1,4 milhão e que a Prefeitura vai obter R$ 700 mil por meio de parceria com o governo do Estado. “O prefeito Dr. Isael tem trabalhado nesta questão e a liberação já está na plataforma São Paulo Sem Papel. Em breve teremos mais esta obra de infraestrutura para cesso pavimentado ao cemitério”, afirmou a secretária.