Início Pindamonhangaba Três vítimas da cabeça d’água em Lavrinhas são de Pindamonhangaba

Três vítimas da cabeça d’água em Lavrinhas são de Pindamonhangaba

Vítimas Cabeça d'água em Lavrinhas (Fotos: arquivo pessoal/divulgação)

No último domingo, uma cabeça d´água, fenômeno que corre quando intensas chuvas caem sobre a cabeceira do rio, deixou quatro pessoas mortas no município de Lavrinhas. A quarta vítima estava desaparecida e o corpo foi localizado na manhã desta segunda (13). Três são de Pindamonhangaba e uma não foi identificada.

Publicidade

De acordo com informações, o fenômeno aconteceu na cachoeira do Rancho do Zé Neto, entre as cachoeiras do Poço Azul e Pedreira, e os banhistas foram surpreendidos com o aumento rápido de água no rio e acabaram ficando ilhados. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate de 16 pessoas do local de risco.

Foto: divulgação

Luciele Rodrigues Ribeiro, de 22 anos, era Moradora do distrito de Moreira César, e participava da excursão acompanhada da prima Patrícia Gonçalves, que estava desaparecida e foi encontrada nesta segunda-feira (13). Ela era moradora do bairro Araretama, em Pindamonhangaba.

Primas Luciene Rodrigues Ribeiro, de 22 anos e Patrícia Agostinho Rodrigues Gonçalves, de 21 anos (Foto: arquivo pessoal/divulgação)

A dona da empresa que organizou uma das excursões, Kelisse Nascimento de Barros, de 29 anos, também era moradora de Pindamonhangaba e está entre as vítimas.

Kelisse Nascimento de Barros, de 29 anos (Fotos: arquivo pessoal/divulgação)

A idosa de 65 anos que chegou a ser socorrida e encaminhada para a Santa Casa de Cruzeiro mas não resistiu, ainda não foi identificada.