Início Pindamonhangaba Segunda fase da reurbanização das calçadas da Rua dos Andradas terá início...

Segunda fase da reurbanização das calçadas da Rua dos Andradas terá início em junho em Pinda

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

O projeto de urbanização e revitalização da região central de Pindamonhangaba terá continuidade com a reurbanização das calçadas da segunda fase da Rua dos Andradas. A Prefeitura de Pindamonhangaba informou que a obra, que compreenderá a esquina com a rua Dep. Claro César (Boticário) até a esquina com a rua Cel. Fernando Prestes (Portal da Esfiha), terá início dia 14 de junho.

Em reunião com os comerciantes e proprietários dos imóveis, a Secretaria de Obras e Planejamento apresentou os detalhes e esclareceu as dúvidas sobre o projeto, que seguirá o mesmo padrão da primeira fase, realizada entre o Banco Itaú e a lojas Teddy.

Publicidade

Esta melhoria faz parte do programa de revitalização da região central e será executada através da participação comunitária, sem custos para os cofres públicos, assim como as obras de revitalização do Centro Comercial 10 de Julho, que foi totalmente remodelado.

A empresa responsável pelo financiamento da obra é o Laboratório Ecolyzer Ltda, que executará a revitalização do espaço público com o alargamento das calçadas, colocação de guias e sarjetas, execução de drenagem e tubulação de águas pluviais, instalação de piso podotátil e colocação de ladrilho hidráulico, totalizando um investimento no valor estimado de R$ 370.000,00. A execução será da empresa Tinoco Engenharia, contratada pela Ecolyzer.

A realização desta melhoria estava programada para o final de 2020, entretanto a Prefeitura acolheu o pedido dos comerciantes para não realizar a intervenção naquele momento, diante do cenário exposto, protelando para o primeiro semestre de 2021.

“Sempre atuamos com muita transparência e chegou o momento de apresentarmos o novo cronograma das obras, cujas melhorias na infraestrutura, trará requalificação ao espaço urbano, garantindo segurança e acessibilidade aos pedestres. O benefício será para todos, sem custos para o poder público e comerciantes”, afirmou a secretaria de Obras e Planejamento, Marcela Franco.

Os comerciantes solicitaram novo adiamento da obra, face às questões econômicas do País impostas pela pandemia. Entretanto, a secretária informou que um novo adiamento não se aplica nesse momento, tendo em vista um compromisso firmado e um prazo legal a ser cumprido, cuja a ação trata-se de uma participação comunitária atrelado à Lei de Doação de área.

“Temos a certeza de que as melhorias que serão realizadas eliminarão as deficiências e irregularidades no pavimento, apontadas pelos comerciantes na reunião e em breve toda comunidade terá mais conforto e segurança para realizar suas compras, assim como acontece hoje na fase 1 da Rua dos Andradas e no Centro Comercial 10 de Julho”, afirmou o prefeito Isael Domingues.