Início Pindamonhangaba Comitê de Enfrentamento à Covid-19 decide endurecer medidas restritivas da fase Laranja...

Comitê de Enfrentamento à Covid-19 decide endurecer medidas restritivas da fase Laranja em Pindamonhangaba

(Fotos: Saulo Fernandes/Vale News)

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19, de Pindamonhangaba, em reunião extraordinária, decidiu restringir as regras da fase laranja do Plano São Paulo, visando combater as ações e atividades que estimulem a aglomeração.

De acordo com anúncio realizado pelo Governo do Estado, na sexta-feira (15), o Vale do Paraíba está classificado como fase Laranja pelo Plano São Paulo, podendo as cidades endurecerem as medidas restritivas de acordo com a situação de ocupação de leitos, principalmente UTIs.

Publicidade

Com a capacidade de atendimento das UTIs em Pindamonhangaba chegando praticamente ao seu limite máximo, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 se reuniu de forma extraordinária na noite de sexta-feira (15) e manhã de sábado (16) e foi decidido, por unanimidade, aplicar restrições mais duras à fase laranja. Por isso, um novo decreto foi elaborado e entrará em vigor nesta segunda-feira (18).

Em linhas gerais, o decreto 5924, de 16 de janeiro de 2021, tem como objetivo impedir as aglomerações, que são a maior causa de proliferação da Covid-19. O decreto na íntegra pode ser consultado no site da Prefeitura www.pindamonhangaba.sp.gov.br/coronavirus/decretos.

De acordo com a secretária de Saúde e presidente do Comitê, Valéria dos Santos, todos os esforços realizados pelas equipes de linha de frente da Saúde, que estão trabalhando em seu limite, serão muito pequenos se não houver a colaboração da população.

“A gente precisa que a população entenda e siga as recomendações de distanciamento social, acreditamos que se as pessoas tiverem responsabilidade individual fará diferença no coletivo. Muitas vezes temos o paciente assintomático que, por ter pegado o vírus de forma leve, acha que isto acontece com todos, e isso não é verdadeiro. Estamos perdendo pessoas, o grupo de risco tem que ter cuidado e as demais pessoas, principalmente os mais jovens, têm que se cuidar para não levar o vírus para dentro de casa, que é o que estamos percebendo que está ocorrendo atualmente”, completou a secretária de Saúde.

As recomendações continuam as mesmas desde o início da pandemia: utilização de máscara o tempo todo que estiver na presença de outras pessoas, distanciamento mínimo de 1,5 metro de qualquer pessoa, seja na fila, na loja, no trabalho ou em casa. E, principalmente, evitar aglomerações em festas ou reuniões com mais de dez pessoas

“A covid-19 não tem tratamento especifico, não tem cura, e estamos esperançosos com a vinda da vacinação para que a gente possa receber a imunização e assim evitar os casos graves da doença, evitando desta forma as perdas”, concluiu a secretária Valéria dos Santos.