Início São José dos Campos Novo sistema de acolhimento nas UBSs reduz espera por consultas em São...

Novo sistema de acolhimento nas UBSs reduz espera por consultas em São José dos Campos

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Para reduzir o tempo de espera por consultas de atenção básica na rede municipal de saúde, a Prefeitura de São José dos Campos implantou neste mês um novo sistema que visa inserir o conceito de acesso avançado através da disponibilização diária de vagas para demanda espontânea nas unidades básicas.

Com a medida, a expectativa da Secretaria de Saúde é que 80% das consultas ofertadas nas UBSs sejam realizadas dentro de no máximo 30 dias da solicitação, ampliando consideravelmente o acesso dos usuários à rede de saúde do município.

Publicidade

Com o novo protocolo, no mínimo 30% das vagas são reservadas para demanda espontânea diária, sendo que as demais ficarão destinadas para agendamento das consultas programadas e retornos, como, por exemplo, o atendimento às gestantes (pré-natal) e aos pacientes que fazem controle de hipertensão, diabetes, entre outros.

As consultas de demanda espontânea são destinadas aos pacientes que comparecem à unidade inesperadamente, por problemas agudos ou por motivos que eles julguem como necessidade de saúde, seja uma informação, uma dúvida ou uma pequena urgência.

Escuta qualificada

Através do acolhimento, a equipe de enfermagem realiza a escuta qualificada das necessidades de saúde, procedendo a primeira avaliação (classificação de risco, situação de vulnerabilidade, coleta de informações e sinais clínicos) e identificação das necessidades de intervenções de cuidado, proporcionando atendimento humanizado e viabilizando o estabelecimento do vínculo.

No acolhimento à demanda espontânea, o acesso com equidade é a principal preocupação dos profissionais que realizam a escuta qualificada. Por meio de conceitos e protocolos bem definidos, é possível realizar uma estratificação de risco. É realizada a avaliação das vulnerabilidades e orientada não só o tipo de intervenção (ou oferta de cuidado) necessário, como também o tempo em que isso deve ocorrer.

A partir do acolhimento, a equipe de enfermagem define pela consulta ou procedimento imediato; consulta ou procedimento no mesmo dia; agendamento de consulta ou procedimento em data futura; procedimento para resolução de demanda simples pelo enfermeiro prevista em protocolo, tais como prescrição de medicamentos, encaminhamentos e solicitação e interpretação de exames, e estratificação de risco conforme protocolos da Secretaria de Saúde.

Com esta estratégia, a Secretaria de Saúde prevê um impacto assistencial com consequências significativas, como a ampliação do acesso, maior resolutividade local, redução no tempo entre agendamento e consulta, redução de absenteísmo e ampliação do número de consultas ofertadas em tempo oportuno.

Também está prevista a diminuição da entrada de pacientes em UPA’s (Unidades de Pronto Atendimento), de casos classificados de baixo risco (azul e verde). Com isso, a Secretaria de Saúde espera que a porta de entrada ao sistema de saúde se dê, efetivamente, pelos serviços de atenção primária e não pelos serviços emergenciais.