Início São José dos Campos Guarda Civil de São José dos Campos treina corporações da RMVale

Guarda Civil de São José dos Campos treina corporações da RMVale

Foto: PMSJC

A GCM (Guarda Civil Municipal) de São José dos Campos tem ampliado a exportação de conhecimento e experiência para as corporações da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira e até de outros estados brasileiros.

Nesta sexta-feira (20), foi concluído o curso de tiro defensivo para 57 guardas civis municipais de São Sebastião. Eles tiveram 40 horas de aulas teóricas e práticas ao longo deste mês de setembro.

Publicidade

As atividades são adequadas ao Método Giraldi (também conhecido como Treinamento Defensivo na Preservação da Vida), que consiste em um conjunto de técnicas e normas utilizado por forças de segurança em todo o país. Além disso, é um método recomendado pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Cruz Vermelha Internacional, por ser focado na segurança do agente, da vítima e também do agressor.

Foto: PMSJC

Os participantes passam por treinamentos de tiro em alvos e em situações cotidianas simuladas. O preparo também inclui manuseio de pistolas, revólveres e armas longas.

Além da prática no estande de tiro da GCM de São José, os agentes do Litoral Norte receberam aulas teóricas de legislação, técnicas de negociação, controle emocional em situações de risco, preservação da vida e progressão em ambientes hostis.

Paralelamente aos ensinamentos que ministram, os guardas de São José todos os anos participam de cursos de atualização com o objetivo de aprimorar e agilizar o trabalho operacional do dia a dia e o atendimento à população.

As atividades envolvem treinamento de tiro com o método Giraldi, defesa pessoal, controle de distúrbios civis e policiamento comunitário, entre outras.

Inspetoria

A GCM de São José também está ministrando curso complementar de formação de inspetores para a corporação de Jacareí. No total, 15 guardas da cidade vizinha concluirão o treinamento no próximo dia 1º de outubro.

Eles estão sendo submetidos a 56 horas de aulas teóricas de legislação aplicada, planejamento, sociologia, organização corporativa, marketing e etiqueta profissional. Em 2018, 42 guardas de Jacareí fizeram curso de habilitação para uso de pistolas de eletrochoque.

A GCM de São José não tem despesas com a ministração dos cursos, já que cabe a instituição que está sendo treinada custear alimentação e hospedagem dos instrutores. Nos casos de treinamentos práticos como, por exemplo, armamento e tiro, os custos com armas, munições e insumos também ficam a cargo da instituição que está recebendo os treinamentos.

A troca de experiências e conhecimento entre as corporações é amparada pela Lei Federal 13.022, de 2014, que deu aos guardas civis municipais o poder de polícia administrativa e recomenda o compartilhamento de recursos para ações de formação.

Desde o início da atual Administração, em 2017, a GCM de São José já deu treinamento e cursos para as corporações de Taubaté, Campos do Jordão, Ubatuba e Lorena e da cidade mineira de Itajubá, entre outras.

Reforço

Agora em outubro, a GCM de São José será reforçada com 30 novos agentes. Eles serão submetidos a curso teórico e prático de 720 horas, com duração de seis meses, antes de começarem o patrulhamento nas ruas e as atividades de preservação de bens, serviços e instalações públicas.

Com o novo grupo, somente neste ano foram incorporados 100 novos agentes –os outros 70 iniciaram o trabalho operacional no primeiro semestre.

O concurso para Guarda Civil Municipal 2ª Classe foi aberto em 9 de fevereiro de 2018 e teve 4.563 candidatos. No dia 19 de outubro de 2018, a seleção foi homologada com 236 aprovados.

O processo seletivo previa a contratação de 50 guardas. Porém, a Prefeitura decidiu dobrar para 100 com a finalidade de agilizar e otimizar o serviço prestado à população.

A GCM de São José, criada há 31 anos, conta atualmente com um efetivo de 328 homens e mulheres para preservação de bens, serviços e instalações públicas.

A corporação mantém efetivo 24 horas nas ruas, apoia e integra operações conjuntas de atividades de fiscalização e ordenamento urbano, coíbe atos de vandalismo e zela pela estética urbana.

Modernização

A modernização das frotas de veículos e a melhoria da estrutura de trabalho dos funcionários da Secretaria de Proteção ao Cidadão e da Guarda Civil Municipal reforça as ações do programa São José Unida, criado pela Prefeitura em 2017 para integrar o trabalho das forças policiais da cidade e diminuir os índices de criminalidade no município.

Desde o início da atual Administração, a GCM passou por um processo acelerado de recuperação e melhoria de sua infraestrutura. Foram incorporados novos agentes e adquiridos novos fardamentos, armas, coletes à prova de balas, veículos, motos e tablets para melhoria do serviço prestado diariamente à população.

Vanguarda em tecnologia, São José inovou mais uma vez, já que a GCM é a primeira do Ocidente a ter veículos 100% elétricos, sendo superada no mundo apenas pela China.

Em apenas um ano, o novo modelo gerou economia de R$ 850 mil aos cofres públicos. Antes da implantação da frota totalmente elétrica, em julho de 2018, a Administração dispendia R$ 933,6 mil com gasolina e álcool por ano. Com energia elétrica para abastecer a frota de 30 carros, foram gastos no mesmo período R$ 156,6 mil.

Com manutenção (pneus, óleo, mecânica e elétrica, entre outros itens), o custo médio por ano era de R$ 13 mil. Com a nova frota, não houve nenhuma despesa, já que os veículos são repostos imediatamente quando necessário.

A inovação introduzida pelos carros elétricos, que cumpre uma das premissas do atual governo, já virou referência para outras cidades brasileiras e no último dia 15 recebeu o Prêmio Empresa Inovadora Destaque 2019, concedido durante o Innovation Brazil Leaders Forum.

Melhor GCM do Estado

Todos estes investimentos contribuíram para que a GCM de São José seja a melhor de São Paulo, de acordo com pesquisas recentes divulgadas pela Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos).

Os levantamentos, referentes ao segundo e ao terceiro trimestres deste ano, foram realizados nas 10 maiores cidades do Estado.

A corporação joseense registrou 615 pontos nas duas pesquisas, com ampliação do grau de satisfação da população com o trabalho realizado. No último trimestre de 2018, quando também ficou em primeiro lugar, a pontuação havia sido de 603. Sorocaba ficou em segundo lugar nos dois levantamentos de 2019 com 615 pontos, e São Bernardo do Campo em terceiro, com 585.

As pesquisas da Indsat são realizadas a cada trimestre. O grau de satisfação é definido por meio de pontuação, a partir da avaliação feita pelos próprios munícipes. Ao todo, foram entrevistados 400 moradores em cada um dos municípios estudados.