Início Pindamonhangaba Pindamonhangaba participa do Revelando São Paulo

Pindamonhangaba participa do Revelando São Paulo

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

Pindamonhangaba estará presente no Revelando São Paulo 2022, que retorna ao presencial após dois anos, com o abrandamento da pandemia da Covid-19, e será realizado de 20 a 24 de julho, no Parque da Água Branca, com entrada gratuita. Este, que é considerado o maior evento cultural do Estado de São Paulo, terá mais uma vez a participação de representantes de Pindamonhangaba.

Publicidade

Ana Maria Barros do Nascimento e Carmem Fernandes Couto, além de Felipe Callipo e Sérgio Callipo representam a cidade na modalidade artesanato; e Maria Marta de Souza Bissoli representará a cidade em Culinária, com seu Bolinho Caipira, Bolinho de Mandioca e Cuscuz Salgado.

Na edição desde ano, o Revelando SP vai contar com cerca de 300 atividades, entre exposição e venda de artesanato, gastronomia, apresentações de grupos e artistas da cultura popular.

De acordo com a organização do evento, o “Amigos da Arte”, a expectativa para este retorno presencial, é de que cerca de 400 mil pessoas. Estão na programação, ainda shows com Almir Sater, Rolando Boldrin, Tetê Espíndola e Marcelo Jeneci.

“O revelando SP é uma ação de valorização da cultura tradicional paulista, no qual os municípios do Estado de São Paulo são representados por suas tradições culturais. Pinda participa desde as primeiras edições e o município poder ser representado em mais esta edição, após esta longa fase da pandemia, será fundamental para a retomada do setor cultural”, observou a diretora de Cultura de Pindamonhangaba, Rebeca Guaragna Guedes.

Para o secretário de Cultura e Turismo em exercício, Ricardo Flores, a participação de Pinda é muito importante em eventos culturais, mas especialmente neste evento. “Pindamonhangaba ter representantes de nossa cultura tradicional é muito importante em um evento renomado como o Revelando São Paulo. É uma forma de prestigiarmos a cultura tradicional, incentivarmos esses artistas e novos artistas a darem continuidade a essas manifestações culturais, e ainda levar o nome de Pindamonhangaba”, destacou.