Início Pindamonhangaba GV do Brasil vai dobrar produção e número de funcionários em Pindamonhangaba

GV do Brasil vai dobrar produção e número de funcionários em Pindamonhangaba

Foto: Guilherme Moura

A fábrica GV do Brasil, de Pindamonhangaba, realizou nessa quinta-feira, dia 30, o lançamento da pedra fundamental que marca o início da expansão que irá duplicar a capacidade de produção e também o número de funcionários da empresa.

Publicidade

A fábrica começou a produzir em 2015. Com esse investimento ela irá dobrar a capacidade de produção de 500 mil para 1 milhão de toneladas de aço por ano. A empresa vai ampliar a oferta de produtos para construção civil, como vergalhões e fio máquina.

O investimento de cerca de R$ 1,5 bilhão será para construção de um novo galpão, com uma nova aciaria elétrica e um novo laminador. Os equipamentos serão despachados da China já no próximo mês.

Foto: Guilherme Moura

A expansão irá duplicar também o número de funcionários. Hoje a usina tem cerca de 400 trabalhadores e terá outros 450 quando a expansão estiver em atividade. A fase de obras deverá gerar cerca de 1.200 empregos.

O Sindicato dos Metalúrgicos esteve presente, por meio do presidente André Oliveira, o dirigente sindical da GV, Paceli Alves. O vereador Herivelto Vela também esteve presente juntamente com os demais vereadores de Pinda.

André Oliveira ressaltou o número de postos de trabalho que serão gerados.

“Ficamos felizes com esse resultado, inclusive discutimos com a empresa sobre a importância de priorizar Pinda e agora estamos vendo isso acontecer. Esse investimento poderia ir para outras unidades do Brasil, do México, mas veio pra cá. O mercado está aquecido. Nos últimos 12 meses a categoria metalúrgica gerou 969 postos de trabalho e a maioria deles foi justamente na siderurgia, com 314 vagas. O Sindicato tem um diálogo constante com a GV, inclusive sobre a relação de mão de obra direta e indireta, e comemora essa nova fase da fábrica”, disse André Oliveira.

O grupo Simec tem oito unidades no México, sete nos EUA e uma no Canadá, o grupo chegou ao Brasil através da usina de Pindamonhangaba e hoje conta com outras duas plantas no país (Cariacica – ES e Itaúna – MG). O CEO do grupo, Jaime Moncada, destacou o critério de logística como fator de escolha de Pindamonhangaba para esse investimento.

 “A maioria dos clientes que vendemos e distribuímos fica em São Paulo. Também a sucata está aqui, principalmente em Guarulhos. É o nosso ponto comercial dentro do vale do Paraíba. Há distribuição também para outros estados, mas principalmente para o Estado de São Paulo”, disse.  

O prefeito Dr. Isael Domingues parabenizou o grupo Simec pelos investimentos que irão gerar melhorias nos índices de emprego e renda do município.

 “Temos uma expectativa muito positiva de ganho com novos empregos, aumento no repasse de ICMS e contrapartida social. Trata-se de um passo ousado e o lançamento da pedra fundamental dá a partida para gerar muito mais desenvolvimento”, ressaltou o prefeito.

Foto: Guilherme Moura

O evento também contou com presença do vice-prefeito Ricardo Piorino, do secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, Roderley Mioto, vereadores dentre outros convidados.