Início Aparecida Santuário Nacional de Aparecida celebra vitória da vida sobre a morte de...

Santuário Nacional de Aparecida celebra vitória da vida sobre a morte de Jesus Cristo

Foto: Carolina Guimarães

Graças a Ressurreição, tudo se fez novo

Na manhã deste Domingo de Páscoa, dia 17 de abril, no Santuário Nacional de Aparecida, os fiéis com seus lenços brancos apontando o céu iniciaram a Procissão da Ressurreição celebrando a vitória da vida sobre a morte.

Publicidade

Em frente ao Campanário, ao toque dos sinos, o Missionário Redentorista Padre Vinícius Ponciano refletiu a Ressurreição de Cristo na vida de cada um e reforçou a mensagem de que devemos cada vez mais ser como Jesus.

“Que sejamos homens e mulheres como Jesus. Vivos, a favor sempre da vida, do amor e da justiça. Que Jesus ressuscitado ressuscite no meu coração e no seu, para que nós, juntos Dele, possamos gritar dos telhados que a vida é dom de Deus, e como dom, ela tem que ser sempre celebrada”.

Foto: Carolina Guimarães

A Procissão da Ressurreição se encerrou no Altar Central, onde a imagem de Jesus Ressuscitado foi acolhida.

Missa de Páscoa
Continuando as celebrações da Páscoa do Senhor, a Santa Missa foi realizada no Altar Central do Santuário Nacional, às 8h e presidida pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes.

“Jesus Ressuscitou verdadeiramente. Aleluia, Aleluia!”

Em sua reflexão Dom Orlando falou sobre Pedro, Madalena e Paulo, testemunhas da ressurreição de Cristo.

“Podemos ser Paulo. A luz do ressuscitado faz de nós novas criaturas, novas pessoas; e também como Paulo, novos apóstolos. Por isso hoje ele nos convidou: Cristo ressuscitado está no céu, então coração ao alto. Buscai as coisas do alto, não viver só com as coisas da terra e também nos lembrou: nós também vamos ser revestidos de glória”.

A vida não terminou no sepulcro, a vida venceu a morte. E pela fé na ressurreição nós devemos honrar o amor de Deus e proclamar Jesus.

“Portanto, irmãos e irmãs: coragem, esperança e ânimo. Esse é o jeito de vivermos a Páscoa, sendo então pessoas que caminham na terra, mas com a certeza do céu. Por isso fazemos o bem, por isso lavamos os pés de nossos irmãos, por isso pedimos perdão de nossos pecados. Sabendo que todo esse bem abre as portas da eternidade”.

O Arcebispo finalizou sua reflexão explicando que com a Ressurreição, Jesus ressuscitou também a Igreja, o Evangelho, o Reino de Deus, o plano eterno da Salvação, ressuscitou a fé e a esperança. Graças à Ressurreição, tudo se fez novo:

“Graças à Ressurreição, os apóstolos tiveram a ousadia de morrer por Jesus. Graças à Ressurreição, os mártires tiveram coragem de dizer: pode vir a espada porque ali já está a glória, o encontro com o ressuscitado. Graças à Ressurreição, houve o desassombro dos missionários de todos os tempos, e graças à Ressurreição, veio a força de quem é perseguido. Então, digam comigo: Eu creio na Ressurreição. Eu quero ser testemunha do ressuscitado”.

Fonte: A12.com