Início Pindamonhangaba Prefeitura Sem Papel completa 2 anos e processo digital gera economia de...

Prefeitura Sem Papel completa 2 anos e processo digital gera economia de R$ 37 milhões

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

Implantado em janeiro de 2020, o projeto Prefeitura Sem Papel completou dois anos de atividades e vem transformando a vida da Prefeitura de Pindamonhangaba. Com o protocolo digital, através da Plataforma 1 Doc, os servidores públicos e os munícipes despacham seus processos com agilidade e ao longo desse período cerca de 310.026 mil serviços foram realizados.

Publicidade

Planilhando os custos com impressão, transporte de processo por servidores públicos, horas de serviços, confecção de impressos em gráfica, entre outros, a Prefeitura estima ter economizado a quantia de R$ 37 milhões.

A Plataforma 1Doc permite a troca de processos internos entre servidores e também o protocolo de demandas públicas, realizado pelos munícipes sem a necessidade de presença física na praça de atendimento da Prefeitura e da Subprefeitura do Distrito de Moreira César.

Ao longo desse período o sistema acusou o recebimento de:

  • Memorando: 106.134
  • Circular: 1.850
  • Ofícios: 44.992
  • Processos Administrativos: 27.222
  • Protocolos: 120.656
  • Acesso à informação (E-SIC): 579
  • Fiscalizações: 401
  • Certidão de Diretrizes do Uso do Solo: 2.783
  • Aprovação de Projetos: 3.489
  • Chamados: 1.562
  • Pareceres: 239
  • Outros Documentos: 119
Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba Foto: Saulo Fernandes/@saulofernandesfotoedrone

De acordo com o secretário adjunto de Administração, Danilo Velloso, responsável pela implantação da nova plataforma, a Prefeitura vem alcançando o objetivo que visa proporcionar agilidade e dinamismo no trâmite de processos, criar situação favorável a investimentos em Pindamonhangaba e proporcionar segurança jurídica, transparência e inclusive melhoria na gestão dos recursos humanos.

Além da agilidade na tramitação do processo e democratização no acesso e compartilhamento das informações, o projeto Prefeitura Sem Papel possibilita ao município cumprir com sua responsabilidade socioambiental.

Segundo o Instituto Akatu, a produção de uma folha de papel A4 consome cerca de 10 litros de água e para produzir 1kg de papel precisamos de 540 litros de água, portanto dentro dos parâmetros economizados pela Prefeitura de Pindamonhangaba é possível afirmar que a implantação do Prefeitura sem Papel poupou 288 árvores e economizou mais de 4,5 milhões de litros de água.

“O processo é uma cadeia com enorme ganho ambiental. Menos papel significa menos uso de água, mais árvores na natureza, economia uso de tonner para impressão, menos combustível para circulação dos processos entre departamentos e, portanto, menos emissão de CO2 por consumo de combustível, entre outras situações”, afirmou Danilo Veloso.

Para o prefeito Dr. Isael Domingues a ação cumpre com o compromisso assumido de transformar Pindamonhangaba numa Cidade Inteligente. “O conceito de avanço tecnológico é uma meta constante do nosso trabalho. Lançamos o Prefeitura sem Papel no momento em que a pandemia explodiu no Brasil e foi uma ferramenta que não deixou a gestão paralisada durante o home office. O ganho ambiental é intangível e hoje o processo digital é um case de sucesso, somos referência na região”, afirmou.

Além de facilitar para o cidadão e para o funcionário, e gerar economia, a nova plataforma funciona 24 horas por dia, os sete dias da semana, basta acessar pindamonhangaba.1doc.com.br/atendimento para ter acesso, tanto para dar entrada em processos quanto para acompanhar o andamento dos trâmites internos relativos a essa solicitação. Os munícipes com dificuldade de acesso digital podem procurar a Prefeitura que o atendimento presencial continua sendo realizado de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.