Início Pindamonhangaba Muzak é tetracampeão do Festival de Marchinhas de Pindamonhangaba

Muzak é tetracampeão do Festival de Marchinhas de Pindamonhangaba

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

O amor venceu! Com essa frase, o tetracampeão do Festival de Marchinhas de Pindamonhangaba, Wagner Muzak, resumiu seu sentimento após mais uma vitória. Ele também gritou “é tetraaa”, em uma alusão bem-humorada ao famoso meme de Galvão Bueno, na época, após a vitória da seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futebol.

Publicidade

Neste clima de descontração e comemoração, a Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, realizou, na sexta-feira (18) e sábado (19), o 15º Festival de Marchinhas Carnavalescas online – a única comemoração carnavalesca pública oficial da cidade neste ano, devido à pandemia do coronavírus.

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

Na sexta-feira, foram apresentadas as 20 finalistas, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube Prefeitura de Pindamonhangaba. No sábado, a grande final foi transmitida ao vivo pelo Facebook da Prefeitura. Agora, os dois dias de apresentação já estão disponíveis no Youtube da Prefeitura.

Vencedores – O resultado final já foi adiantado neste texto: Wagner Muzak foi o grande campeão. Ele e sua parceira Ana Claudia apresentaram a marchinha “Bateu Saudade”, uma marchinha romântica em que os representantes de Pindamonhangaba levaram o amor para o palco do Teatro Galpão e ganharam o troféu Alarico Corrêa Leite.

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

Em segundo lugar, as representantes de São Luís do Paraitinga, Esther Fietz e Patricia Guimarães, levaram o troféu Zé Sambinha com “E nem sabia de nada”. Em terceiro, levando o troféu Celso Guimarães, a marchinha “Fevereiro”, interpretada por Rute Eliana dos Santos e Luiz Henrique Moradei, de Pindamonhangaba.

O quarto lugar e troféu Maestro Arthur dos Santos ficaram com “Povo que só come ovo”, de autoria de Joca Ribeiro, Kléber Santiago, Luiz Carioca e Rafael Ronconi, também de Pindamonhangaba. O troféu Helio Camargo, de melhor intérprete, ficou para Carlinhos Andrade com “Hoje eu vou me embriagar”, de Pindamonhangaba, e o troféu de melhor figurino “Cida Novaes” também foi para Wagner Muzak e Ana Claudia.

“É muito legal a experiência de ser tetra no Festival de Pinda. Este evento representa a tradição que vai ser cada vez mais incorporada na cidade. Fico feliz em fazer parte dessa trajetória”, afirmou Muzak. “Desde 2015, a gente participa sempre com a Claudia me acompanhando e outras vezes com Nando Silva e Suelen, que eu chamo de ‘nossa equipe de marchinhas’. A gente não entra com a expectativa de ganhar, tem bastante amigos que participam, é um clima que não é de competição. Nos bastidores a gente dança, curte a música um do outro”, confessou. “A premiação, lógico que é bom, mas você viu que legal, o amor venceu, e não é por acaso. É o que a Claudia fala: vamos sempre, em qualquer momento, falar de amor e lembrar do amor, inclusive no carnaval”, finalizou.

Vitória de todos – O secretário de Cultura e Turismo, Alcemir Palma, parabenizou todos os participantes e colaboradores para a realização do festival online. “É com muita alegria que a gente consegue realizar o 15º Festival de Marchinhas apesar da pandemia. Estava acompanhando as apresentações com o secretário adjunto Ricardo Flores e conversamos sobre como o festival estava concorrido neste ano e também da saudade que dá de termos eventos presenciais… mas tem que segurar, pois ainda não é o momento de aglomerações”, disse. “Queria registrar o apoio que o prefeito Isael Domingues tem dado às ações de cultura e de turismo, é importante manter a alegria dentro do possível, a gente tem que saber fazer os eventos com todo o cuidado e respeito. Fica os parabéns para todos que ajudaram a realizar o evento: técnicos, músicos, equipes de diversos setores da Prefeitura. Tem toda uma equipe envolvida para a realização do festival. Parabéns aos concorrentes e vencedores e que no ano que vem a gente possa realizar o 16º Festival de Marchinhas presencial”, destacou.

Ao final da transmissão, competidores e equipe foram convidados a subir ao palco e dançar algumas músicas carnavalescas ao som da banda Wale Som, que acompanhou todas as apresentações das duas noites. E assim, em clima de alegria e para matar um pouco as saudades do carnaval, foi finalizado o Festival de Marchinhas de Pindamonhangaba.
Homenageado – Esta edição do Festival levou o nome de Roberto de Castro Rossi, pindamonhangabense, reconhecido no meio cultural por seu trabalho e empenho realizado ao longo de anos em escolas de samba de Pindamonhangaba.

Responsável durante muitos anos pela realização da Semana Santa na Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso, Roberto Rossi conta que sempre trabalhou com arte. “Minha primeira participação nos festejos carnavalescos em Pindamonhangaba foi no Bloco Foliões da Fortunato Moreira. É uma grande alegria ser reconhecido no Festival de Marchinhas, evento tradicional no nosso município que reúne grandes compositores e intérpretes de nossa região”, finaliza o homenageado.

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação
Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação