Início Pindamonhangaba Mais de 60% dos pacientes internados em Pinda não foram vacinados ou...

Mais de 60% dos pacientes internados em Pinda não foram vacinados ou estão com sistema vacinal incompleto

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

Em levantamento realizado nesta quinta-feira (20) pela Secretaria de Saúde, a Prefeitura de Pindamonhangaba identificou que 61% dos pacientes internados com suspeita e positivos para Covid-19 no município não tomaram a primeira dose da vacina ou estão com esquema vacinal incompleto.

Publicidade

Na data do levantamento realizado o município apresentava 31 pessoas internadas e 19 delas estavam em situação incompleta do esquema vacinal, conforme informações do portal Vacivida da Vigilância Epidemiológica.

Segundo especialistas, pacientes infectados com Covid-19 que completaram o esquema vacinal contra a Covid-19, em grande maioria, desenvolvem casos leves da doença e muitas vezes em condição assintomática. As internações também apontam casos de pacientes idosos com comorbidades associadas, como por exemplo hipertensão, diabetes, pneumopatias, doenças vasculares, obesidade crônica, entre outras.

Segundo a Prefeitura, o avanço da vacinação possibilita uma melhor recuperação dos pacientes, menor período de internação e redução do número de óbitos.

“O fato positivo é que, com a variante Ômicron, o tempo de internação dos infectados tem sido menor se comparado com os outros picos de contaminação, como em março e abril do ano passado e a taxa de mortalidade prossegue em baixo patamar. Isso permite que o sistema de saúde consiga salvar mais pessoas do que na primeira onda”, afirmou a secretária de Saúde, Regininha Daniel.

Diante desse cenário, a Prefeitura de Pindamonhangaba vem reforçando a divulgação da campanha de vacinação, que tem sua eficácia comprovada refletindo diretamente na redução do número de internações.

14 mil não tomaram a segunda dose
Até nesta quinta-feira (20), Pindamonhangaba tinha aplicado mais de 302 mil doses de vacina contra a covid-19. Entretanto, 14 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose, atingindo 90% de doses aplicadas. A dose de reforço atingiu 51% de aplicação. Do público alvo de 82 mil pessoas, cerca de 42 mil foram receber o imunizante.

“Todos os dias divulgamos os locais e horários de vacinação e pedimos que a população procure a unidade mais próxima de sua casa e complete o seu esquema vacinal garantindo mais proteção e segurança para todos”, afirmou Regininha.