Início Pindamonhangaba Defesa Civil de Pindamonhangaba reforça medidas de segurança para a chegada do...

Defesa Civil de Pindamonhangaba reforça medidas de segurança para a chegada do período de fortes chuvas

Foto: Divulgação/PMP

Com a chegada do verão, os casos de tempestades, alagamentos, cabeça d’água e deslizamentos aumentam consideravelmente tendo em vista as fortes chuvas comuns nesta estação climática. A Defesa Civil alerta que entre terça-feira (14) e sexta-feira (17) há previsão de chuvas intensas com momentos de tempestade severa em todo o Estado de São Paulo. Há previsão de chuvas entre 100 a 150 milímetros no Vale do Paraíba.

Publicidade

Diante deste cenário, recomenda-se atenção especial nas áreas mais vulneráveis próximas a rios, morros e encostas, pois há riscos de deslizamento de terra, enchentes e inundações. Em caso de emergência entre em contato com a Defesa Civil pelo 199 ou com o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Segundo o diretor da Defesa Civil de Pinda, Michel Cassiano, a equipe do município vem fazendo seu trabalho para prevenir e minimizar os danos causados por desastres naturais, por meio de atualizações de seus agentes, vistorias, implantação de faixas educativas, alertas/avisos em redes sociais, entre outros trabalhos. Contudo, conta com a colaboração e conscientização de toda população, inclusive com o descarte de lixo em locais adequados, para que não tenhamos agravamento dos danos em nosso município. “Defesa Civil somos todos nós. Contamos com a ajuda de todos, e estamos preparados para agir em casos de Urgências/Emergências”, finaliza o diretor. Ele orienta sobre como proceder em casos de intempéries:

Cabeça d’água é o fenômeno natural de aumento rápido e repentino da água em cachoeiras, rios e lagos, devido às chuvas intensas nas cabeceiras ou em trechos mais altos destes cursos d’água, representando um grande perigo para os banhistas. Evite frequentar estes locais em períodos chuvosos. Se optar por ir, não vá sozinho e comunique seu destino. Os principais sinais da ocorrência da Cabeça D’Água são: quantidade significativa de folhas no leito do rio ou cachoeira; aumento do volume de som de cascata e mudança repentina na cor da água. Ao notar esses indicativos saia imediatamente da água e procure um local seguro para se abrigar.

Tempestades são marcadas por ventos fortes e intensa precipitação. São características do verão, podendo vir acompanhadas de trovoadas e raios, que são uma das principais causas de lesões e morte devido a riscos relacionados ao clima. Ao aviso de tempestade ou ao escutar trovões, abrigue-se imediatamente em uma edificação ou veículo, permanecendo longe de janelas, tomadas e materiais metálicos e evitando árvores ou coberturas metálicas frágeis. Desconecte aparelhos eletrônicos das tomadas. Se estiver em qualquer área aberta, como praia, piscina, estacionamento e campo de futebol, saia imediatamente. Afaste-se de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas, cercas de arame etc. Preste atenção a árvores e cabos elétricos caídos.

Alagamento é o acúmulo momentâneo de águas em determinados locais por deficiência no sistema de drenagem. Ao sinal de chuvas fortes abrigue-se em um local seguro. Coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos bem fechados e em local protegido. Desconecte os aparelhos elétricos da tomada. Ao evacuar uma residência, feche os registros de gás e água e, se possível, acione a companhia elétrica para desligar a luz do local. Lembre-se de garantir a segurança também dos animais de estimação. Não ande ou dirija em áreas de inundação. Após as águas baixarem, faça a limpeza usando botas e luvas de borracha. Animais peçonhentos podem estar escondidos em sua casa.

Foto: Divulgação/PMP

Deslizamentos acontecem nos morros e podem trazer sérios problemas, como desabamentos e soterramentos. Observe no terreno se há inclinação anormal de árvores, postes ou muros, rachaduras, trincas ou saliências no chão ou nas paredes e se a água se apresenta mais barrenta que o normal, por vazamento ou infiltração. Diante do aparecimento de fendas e rachaduras nas paredes ou de qualquer sinal de deslizamento, abandone o local imediatamente e procure abrigo fora da área de risco. Nunca ignore uma ordem de evacuação.