Início São José dos Campos Rede varejista fará e-commerce a partir do aeroporto de São José dos...

Rede varejista fará e-commerce a partir do aeroporto de São José dos Campos

Foto: Adenir Britto/PMSJC

A empresa aérea Asas, que tem sede em São José dos Campos, “batizou” nesta terça-feira (9) no aeroporto Prof. Urbano Stumpf uma aeronave Boeing 727, que será utilizada para transporte de carga da rede varejista Lojas Americanas.

Publicidade

A aeronave foi customizada com a logomarca e as cores da rede de varejo e vai operar diariamente a partir do aeroporto de São José com voos para Salvador e Recife, com saídas às 12h30.

A expectativa das Asas é que a autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para início da operação ocorra em cerca dois meses. A aeronave tem capacidade para o transporte de 27 toneladas de carga.

Segundo o diretor-presidente da empresa, Orlando Menezes Silva, a parceria com a rede varejista será importante para o desenvolvimento do aeroporto, que está em processo de concessão à iniciativa privada.

Foto: Adenir Britto/PMSJC

“Estou há dois anos em São José e já me considero joseense nato. Sou muito grato à cidade pela forma que me recebeu. O dia de hoje é a realização de um sonho”, disse o empresário, que iniciou suas atividades em São Paulo.

A Asas Linhas Aéreas se transferiu para São José em dezembro de 2019.

A expectativa da Asas é adquirir uma segunda aeronave, a partir de janeiro, para também vai operar transporte de cargas com origem no aeroporto de São José.

“Também estamos pleiteando junto à ANAC a certificação para transporte de passageiros, com voos partindo de São José para o Caribe ainda no primeiro semestre de 2022”, afirmou.

Concessão

A Prefeitura de São José dos Campos espera concluir o processo de concessão do aeroporto à iniciativa privada nos próximos meses.

O município já encaminhou para aprovação junto à SAC (Secretaria de Aviação Civil), vinculada ao Ministério da Infraestrutura, a minuta do edital da concorrência pública e aguarda posicionamento do órgão.

O documento foi elaborado com base em estudos técnicos feitos por consultoria especializada e depois da realização de 6 audiências públicas, que coletou sugestões da população.

A próxima etapa é o lançamento do edital de licitação com a definição da data do leilão. O valor de referência para a outorga do aeroporto é de R$ 6 milhões, com previsão de 30 anos de operação pelo concessionário.

O processo de concessão do Aeroporto Urbano Stumpf à iniciativa privada teve início em janeiro deste ano com a publicação do chamamento público para elaboração dos estudos técnicos.

A concessão do aeroporto faz parte do Plano de Gestão 2021/2024 e integra o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos).