Início Pindamonhangaba Monitoramento de câmeras reconhece veículo cujo proprietário era procurado pela Justiça em...

Monitoramento de câmeras reconhece veículo cujo proprietário era procurado pela Justiça em Pindamonhangaba

Foto: divulgação/PMP

O trabalho integrado entre a Secretaria de Segurança da Prefeitura de Pinda e a Polícia Militar vem surtindo efeito no combate à criminalidade no município. Agentes de segurança atuando, na tarde desta quinta-feira (30), no Centro de Segurança Integrada (CSI) identificaram, através do monitoramento de câmeras, a circulação de um veículo cujo proprietário estava sendo procurado pela Justiça.

Publicidade

Mediante o disparo do reconhecimento de placa, o veículo Ford Fiesta, da cor preta, teve seu deslocamento acompanhado pelos operadores e repassado para as viaturas da Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar.

Através do patrulhamento, os PMs, com apoio da GCM, abordaram o veículo e seu condutor no Anel Viário, próximo ao Parque da Cidade, sendo encontrados três ocupantes no interior do veículo. O condutor foi identificado como um homem de 47 anos, morador de Bragança Paulista, que após pesquisa criminal junto ao Copom, foi constatado que o mesmo tinha um mandado de prisão em aberto, com pena a cumprir de 12 anos.

O procurado foi apresentado ao plantão da Delegacia de Polícia Civil de Pindamonhangaba permanecendo à disposição da Justiça.

“Estamos em parceria constante com a PM sempre com o objetivo de usar a tecnologia para combater a criminalidade. Nossas câmeras estão integradas ao Sistema Detecta do Governo do Estado, o que facilita a identificação de suspeitos e foragidos”, afirmou o secretário de Segurança, Fabrício Pereira.

Monitoramento
Atualmente, Pindamonhangaba conta aproximadamente 1.000 câmeras com inteligência artificial instaladas, sendo que deste total cerca de 300 estão implantadas em cruzamentos de grande fluxo e em entradas e saídas da cidade, todas com reconhecimento automático de placas de veículos furtados ou suspeitos. As 700 câmeras restantes estão distribuídas em prédios públicos com sensores e reconhecimento de padrões.