Início Pindamonhangaba Em Pinda, proprietários de imóveis devem fazer cadastro digital para ter acesso...

Em Pinda, proprietários de imóveis devem fazer cadastro digital para ter acesso às guias de impostos

(Fotos: Saulo Fernandes/Vale News)

Os contribuintes de Pindamonhangaba devem fazer o cadastro na plataforma E-Tributo – um meio eletrônico para acesso ao IPTU e outras taxas imobiliárias (ISS Fixo e Taxas de Localização e Funcionamento) até o fim dezembro de 2021.

Publicidade

O cadastro permite atualizar o cadastro para receber eletronicamente o tributo, pois no ano de 2022 não haverá a entrega de carnês impressos. A iniciativa é mais um passo na obtenção de uma Cidade Inteligente – com medidas eficientes e que oferecem comodidade a todas as pessoas.

O cadastro pode ser feito clicando aqui. Após o cadastro será enviado um email para a pessoa. Caso não chegue, favor verificar a caixa de spam.

Pela plataforma E-Tributo, o contribuinte poderá baixar guias para pagamentos de IPTU, ISS Fixo e Taxas de Localização e Funcionamento. É o método mais rápido e fácil para ter acesso às guias e boletos para pagamento. A ação proporciona facilidade e substitui os carnês de papel por guias digitais, podendo ser acessadas a qualquer hora e lugar.
O diretor de Receitas e Fiscalização Fazendária, Vicente Corrêa, relatou que uma das dificuldades na entrega de carnês físicos são os cadastros desatualizados, pois muitos contribuintes mudam de endereço e não atualizam os dados. “Com isso, milhares de carnês retomam à Prefeitura ou extraviam no processo de entrega. Ainda existem endereços incompletos e outras questões que interferem na entrega de carnês e guias”.

Vicente Corrêa explicou que eletronicamente o contribuinte também não corre o risco de ficar sem carnês ou boletos. “Temos muitos pedidos de impressão de segunda via, porque algumas pessoas perdem boletos e carnês. Pelo E-Tributo, tudo estará acessível às pessoas 24 horas por dia, os sete dias da semana”.

O secretário Adjunto de Administração e responsável por TI da Prefeitura, Danilo Velloso, disse que o lançamento em setembro é estratégico porque permite tempo para o município fazer a divulgação e as pessoas se habituarem com o conceito. “Tem mais de 3 meses antes da virada do ano. Neste período as pessoas podem se cadastrar e se acostumar com a plataforma ainda em 2021. Vale ressaltar que cada taxa tem uma data específica”.

Ele frisou que embora não seja obrigatório o cadastro em 2021, é importante ser feito o mais rápido possível. “Quem fizer antes terá mais facilidade para conhecer a plataforma, por isso pedimos para que as pessoas façam ainda este ano”.

Ele destacou os canais lançados pela Prefeitura para esclarecimentos de dúvidas, que podem ser pelo telefone (12) 3644-6000, pela internet, ou por agendamento para atendimento físico na Prefeitura ou Subprefeitura de Moreira César http://cedah.pindamonhangaba.sp.gov.br/cedah/app/agenda-cadastro. Quem tiver dúvidas pode acessar o site da Prefeitura, clicar na aba ‘Portais’ e em seguida Tributo Digital, onde haverá mais detalhes sobre a iniciativa, além de perguntas e respostas, ou clicar aqui.