Início Pindamonhangaba Pindamonhangaba lança campanha Setembro Amarelo para prevenção ao suicídio

Pindamonhangaba lança campanha Setembro Amarelo para prevenção ao suicídio

Foto: divulgação/PMP

Setembro Amarelo é conhecido por mês de Prevenção ao Suicídio. Para debater o assunto, a Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio do Centro de Atenção Psicossocial da Secretaria de Saúde, com o apoio da Fasc (Faculdade Santa Cecília de Pindamonhangaba), fará o lançamento da Campanha Setembro Amarelo dia 15 (quarta-feira), às 19 horas.

Publicidade

O evento acontecerá na Fasc (Praça Barão do Rio Branco, 59, centro), que também receberá o segundo encontro de líderes religiosos para debater sobre o tema.

O evento contará com a presença do público, que por sua vez poderá interagir e tirar suas dúvidas sobre o assunto. Quem não puder comparecer poderá assistir pela transmissão ao vivo no Facebook da Prefeitura de Pindamonhangaba. Preencha o formulário e participe: https://forms.gle/f3KBvJ2QDkGuGFuw7

O Setembro Amarelo terá com o tema “Por onde anda seu sorriso?”. O evento será realizado para conscientização a respeito da valorização da vida.

Os assuntos discutidos no dia serão: O suicídio entre os jovens brasileiros: como enfrentar esse problema, como as religiões em suas diferentes doutrinas podem acolher dentro de sua visão de espiritualidade os que pensam em suicídio e as famílias enlutadas pelo suicídio, e qual a importância do diálogo e acolhimento na prevenção do suicídio.

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo. O dia 10 de setembro é oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo o ano.

São registrados mais de 13 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Cerca de 97% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida de transtorno bipolar e abuso de substâncias. Com o objetivo de prevenir e reduzir esses números, a campanha Setembro Amarelo precisa do apoio de toda a sociedade.