Início São José dos Campos Operações integradas interditam estabelecimentos comerciais em São José dos Campos

Operações integradas interditam estabelecimentos comerciais em São José dos Campos

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Com ajuda da população, a Prefeitura de São José dos Campos e as forças de segurança interditaram oito estabelecimentos comerciais no último final de semana e no feriado da Independência nas regiões central, sul, leste e norte da cidade.

Publicidade

São bares e adegas localizados na Vila Ema (centro), Campo dos Alemães, Dom Pedro 1º e Conjunto 31 de Março (sul), Jardim Ismênia (leste) e Alto da Ponte (norte).

O trabalho integrado através do programa São José Unida foi realizado pelos agentes do DFPM (Departamento de Fiscalização das Posturas Municipais) e pela GCM (Guarda Civil Municipal), com apoio da Polícia Militar e dos agentes da Mobilidade Urbana.

Foram aplicadas 14 multas, no valor total de R$ 76 mil, por irregularidades como falta de documentação para funcionamento e/ou constatação de aglomerações de pessoas, descumprindo as regras sanitárias de combate à covid-19 estabelecidas no Plano São Paulo, do governo do Estado..

Durante as ações fiscais, foram apreendidas bebidas alcoólicas e equipamentos sonoros, entre outros objetos.

A população pode ajudar a combater a pandemia denunciando aglomerações e descumprimentos às regras sanitárias pelos telefones 153 (GCM) e 190 (Polícia Militar), que funcionam 24 horas. As ligações são gratuitas.

Combate às aglomerações

Durante o final de semana e o feriado da Independência, guardas civis municipais e policiais militares orientaram 745 munícipes. Foram vistoriados 316 veículos (carros e motos), com a apreensão de 24 carros e motos.

A Prefeitura e as forças de segurança aplicaram ainda 159 multas por irregularidades de trânsito, como estacionamento irregular e falta de cinto de segurança, e por som alto.

Ações integradas

As ações integradas têm sido realizadas desde março de 2020, quando foram registrados os primeiros casos da covid-19 no município. O trabalho da Prefeitura e das forças de segurança tem sido intensificado como objetivo evitar a propagação da doença, garantindo mais saúde, segurança e sossego à população.

Nos 530 dias de combate ao coronavírus, foram atendidas 21.200 denúncias e reclamações de munícipes referentes a aglomerações, festas clandestinas e descumprimentos às regras sanitárias e de saúde.

Os fiscais do DFPM realizaram 22.977 vistorias em estabelecimentos comerciais e mais de 7.000 visitas de orientação a comerciantes, lojistas e clientes.

A força-tarefa impediu ainda 180 festas e eventos clandestinos em chácaras, bares e outros locais em todas as regiões da cidade.