Início Aparecida Siemens garante proteção a usuários do novo ‘Trem do Devoto’ no Santuário...

Siemens garante proteção a usuários do novo ‘Trem do Devoto’ no Santuário de Aparecida

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Companhia implementou sistema inteligente de segurança para o passeio turístico oferecido aos cerca de 12 milhões de visitantes do templo religioso

Projeto inclui controle de velocidade do equipamento, monitoramento em tempo real de todo o sistema de segurança, e gestão do equipamento por conexão wireless

Os visitantes do Santuário Nacional, em Aparecida (SP), terão total segurança ao realizarem o passeio turístico com o “Trem do Devoto”, que percorre o Caminho do Rosário até o Porto Itaguaçu, local onde foi iniciada a devoção à Nossa Senhora Aparecida. A Siemens forneceu todo o sistema de proteção nos dois trens que realizam o passeio com produtos e soluções inovadores para manter a segurança dos turistas. 

A participação da Siemens no “Trem do Devoto” foi feita em parceria com a Brustronic Automação Industrial Ltda, de Brusque (SC), empresa especializada em empreendimentos turísticos e que já atua em grandes atrações na região Sul do país, como o Parque Unipraias Camboriú, em Balneário Camboriú (SC); o Parques da Serra – Bondinhos Aéreos, em Canela (RS); e o Teleférico da Bontur – Bondinhos Aéreos, de Aparecida (SP).

Publicidade

O passeio é realizado por dois trens com capacidade para 60 pessoas cada e cujo design foi tematizado lembrando uma locomotiva antiga. Durante o trajeto de 1.400 metros entre a Cidade do Romeiro e o Porto Itaguaçu, o trem percorre a uma velocidade média de 9 km/h e em alguns pontos chega a ficar a 9 metros de altura do chão. O passeio é oferecido aos cerca de 12 milhões de visitantes por ano do Santuário Nacional.

Para proporcionar segurança aos usuários durante o trajeto, a Siemens ofereceu um sistema de monitoramento que abrange o controle de acesso, o fechamento das portas, a velocidade controlada do trem, e se todas as pessoas estão sentadas. O sistema conta com uma engenharia de comunicação constante com um operador na sala de controle, e qualquer imprevisto em relação às normas de funcionamento faz a máquina parar imediatamente. É o caso, por exemplo, de algum turista se levantar e tentar a abertura de uma das portas. 

O sistema ainda conta com soluções de gerenciamento com dados para análise de toda a operação. Dessa forma, é possível saber o tempo de operação dos equipamentos e quais peças precisam de manutenção, facilitando assim ações preditivas para evitar paradas ou problemas no funcionamento do passeio. 

“A solução abrange diversos componentes de rede wireless que se conectam com uma central para facilitar uma possível tomada de decisão. São dezenas de pessoas utilizando o equipamento ao mesmo tempo e é preciso ter sistemas inteligentes para garantir total segurança aos visitantes”, afirma Evandro Horbach, desenvolvedor de negócios da Siemens. 

Cada um dos trens tem dois sistemas com funções de segurança, sendo um localizado na parte frontal (trajeto de ida) e outro na parte traseira (trajeto de volta), e que são revertidas de acordo com a direção do veículo.