Início Aparecida Redentorista que “brincava de celebrar missas” será ordenado padre em Aparecida

Redentorista que “brincava de celebrar missas” será ordenado padre em Aparecida

Foto: divulgação/A12

“Olhou-o com amor e o chamou para proclamar a Copiosa Redenção” é o tema da ordenação presbiteral do Diácono Rimar no dia 17 de julho.

O Santuário Nacional de Aparecida vai celebrar, no próximo dia 17 de julho, a Ordenação Presbiteral do Missionário Redentorista Diácono Rimar César Diniz. A celebração será realizada no Altar Central, às 18h, e poderá ser acompanhada ao vivo em várias plataformas. A ordenação marca o final de toda uma caminhada formativa.

A história vocacional do diácono Rimar, 28 anos, de Bocaina de Minas (MG), teve início ainda na infância, por volta dos cinco anos. Nessa época, adquiriu o hábito de levar pra casa os folhetos da igreja para “brincar de celebrar missas”.

Publicidade

Um outro fato da vocação deste missionário (como de tantos outros) foi a devoção a Nossa Senhora Aparecida e a admiração que tinha dos missionários. Rimar lembra que foi com os pais contando histórias dos “Missionários de Aparecida” que o animaram para seguir este mesmo caminho.

“Todos os anos nós vínhamos a Aparecida, seja em peregrinação ou numa viagem particular da família, e meus pais sempre contavam histórias das missões populares pregadas pelos missionários redentoristas e isso me chamava muito a atenção. Me encantava o jeito de pregar, a acolhida e o carinho que tinham com povo. Desde criança falava que queria ser padre e chegou um momento que disse: quero ser como aqueles de Aparecida”, lembra o religioso.

:: Confira entrevista com diácono Rimar sobre sua vocação

Quando decidiu entrar no seminário, aos 16 anos, Rimar já possuía grande certeza sobre sua vocação. O tempo passou, e agora, depois de 12 anos de muito esforço e perseverança, vai receber numa celebração solene a graça de ser ordenado padre redentorista e realizar o sonho de celebrar missas.

De sua história missionária, diácono Rimar lembra dois momentos, o primeiro, a experiência vivenciada em Angola, na África, quando foi convidado para passar um mês na Província de Luanda, e depois, mais recentemente, quando foi realizar um estágio pastoral na Argentina, na Vice-Província de Resistência.

“No ano de 2016 quando recebi o convite para fazer uma experiência missionária na África, num primeiro momento fiquei bastante assustado por ter que sair do país, mas por outro lado bastante contente já que sempre quis sair e vivenciar uma experiência fora. Em Angola, uma realidade bastante pobre e carente tive a oportunidade de conhecer outro trabalho dos missionários redentoristas, em um outro contexto e circunstâncias. Foi bastante desafiante e marcou profundamente a minha formação em uma experiência que talvez nenhuma universidade possa oferecer. Uma outra experiência profunda que vivenciei também no sentido pastoral e missionário, foi em 2020, na Argentina, que fui enviado para realizar o ano pastoral, e ocorreu justamente no período que começou todo esse contexto de pandemia. Estando em um outro país, com todas as limitações e um outro idioma, mas foi uma linda experiência de convivência e conhecimento de um trabalho missionário, sobretudo com a juventude”, recorda o diácono.

Preparativos para ordenação

É tradição na Congregação Redentorista a realização de uma Semana Missionária Vocacional em preparação para este momento na comunidade de origem do vocacionado.

A semana começa com o envio de uma imagem missionária de Nossa Senhora Aparecida, em uma celebração no Santuário Nacional, no dia 12 de julho, com missa às 9h. Neste dia, representantes da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Bocaina de Minas (MG), virão buscar a imagem. No mesmo dia, às 18h, na chegada da imagem na cidade mineira haverá carreata com acolhida da imagem.

Na paróquia a programação contará com Tríduo Vocacional nos dias 13, 14 e 15:

Dia 13 – Terça Feira – Tema: “És preciso a meus olhos… Eu te amo” Is 43, 4.

Dia 14 – Quarta Feira – Tema: Respondei com amor ao Amor que vos chama.

Dia 14 – Quinta Feira – Tema: Senhor, eis-me aqui, envia-me para proclamar a Copiosa Redenção.

Ordenação e Primeira Missa

A celebração da Ordenação Presbiteral terá como tema: “Olhou-o com amor e o chamou para proclamar a Copiosa Redenção”, e ocorre no dia 17 de julho, no Santuário Nacional, às 18h, presidida pelo bispo redentorista Dom José Luiz Ferreira Salles, bispo da Diocese de Pesqueira (PE).

Como assistir: haverá transmissão ao vivo pela TV Aparecida, Rádio Aparecida, A12 e redes oficiais dos Missionários Redentoristas da Província de São Paulo, no Instagram e Facebook. Já a Primeira Missa é realizada no dia seguinte (18), às 11h, na igreja matriz da Paróquia Nossa Senhora do Rosário.