Início Pindamonhangaba Inscrições abertas para o Prêmio Mestre Cultura Viva de Pindamonhangaba

Inscrições abertas para o Prêmio Mestre Cultura Viva de Pindamonhangaba

As inscrições para o Prêmio Mestre Cultura Viva de Pindamonhangaba estão abertas desde 9 de junho e encerram dia 26 de julho. A iniciativa da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Pindamonhangaba visa instituir uma política de transmissão dos saberes e fazeres de tradição oral em diálogo com a comunidade, para o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro por meio de reconhecimento político, econômico e sociocultural daquelas pessoas consideradas mestres de tradição oral.

O concurso selecionará 5 mestres, sendo estes, pessoas com mais de 60 anos, que se reconheçam e/ou sejam reconhecidas por sua própria comunidade como herdeiras dos saberes e fazeres da tradição oral. Cada um dos 5 selecionados receberá os prêmios de R$ 2.000,00 (dois mil reais) e Certificado de Mestre. Os interessados devem preencher o formulário de inscrição clicando aqui.

Publicidade

Os candidatos devem ter a partir de 60 anos de idade e residir há, no mínimo, 2 anos em Pindamonhangaba para realizar a inscrição. Os documentos necessários são: uma cópia simples do documento de identidade R.G. com foto; uma cópia do CPF ou documento de identidade que contenha o número do CPF; um comprovante de residência que deverá estar constituído e estabelecido no município pelo período mínimo de dois anos; uma Indicação de conta bancária aberta, em nome do inscrito ou seu representante legal, para depósito da possível premiação; se for o caso, o documento de identificação do responsável legal pela inscrição do Mestre, os anexos do Edital e o Currículo Completo e Portfólio do proponente, candidato a Mestre.

As inscrições são gratuitas e podem ser entregues e protocoladas até o dia 26 de julho, nos dias úteis, das 9h às 16h, no Departamento de Cultura, localizado na Travessa Rui Barbosa, 47 – Centro, ou enviada para o e-mail cultura@pindamonhangaba.sp.gov.br, em um único PDF, com o assunto “Inscrição Edital de Mestres”. A análise de habilitação e seleção dos mestres será entre 27 de julho a 2 de agosto e a divulgação dos selecionados em 3 de agosto. O edital completo pode ser acessado clicando aqui.

Cada mestre poderá inscrever-se com apenas uma iniciativa, que se relacione às expressões e manifestações das culturas populares e tradicionais de qualquer gênero, etnia ou crença. Ex.: Mestres de Congada, Moçambique, Folias de Reis, São Gonçalo, Catira, Capoeira, Jongo, violeiros, benzedeiras, cultivadores e conhecedores das ervas medicinais e dos alimentos, tecelões, construtores de instrumentos, objetos, Cestaria, Selaria, escultores de Figuras ou objetos de barro, madeira, etc.

O secretário de Cultura e Turismo, Alcemir Palma, lembra da importância de se valorizar os saberes populares, pois são eles que contribuem para a formação de nossa identidade cultural. “Normalmente, a história e a cultura acabam lembrando de pessoas que são renomadas e já reconhecidas. Entretanto, nossa cidade tem muitos personagens que precisam ser valorizados, que trazem consigo tradições e costumes que foram formando nossa identidade ao longo das gerações, como por exemplo o vendedor de biju ou a benzedeira, entre outros saberes populares, e que não podem ser esquecidos”, finaliza o secretário.