Início São Paulo Estação República do Metrô recebe exposição “Transformando Vidas e Incluindo Pessoas”

Estação República do Metrô recebe exposição “Transformando Vidas e Incluindo Pessoas”

© Governo do Estado de São Paulo

Exposição quer sensibilizar a sociedade sobre a causa da inclusão das pessoas cegas ou com baixa visão

Entrou em cartaz na estação República da Linha 3-Vermelha a exposição “Transformando Vidas e Incluindo Pessoas”, iniciativa da Fundação Dorina Nowill para Cegos, em parceria com o Metrô e Unibes Cultural. 

Com o objetivo de aproximar o público da história da instituição,  que este ano comemora 75 anos de existência, e é pioneira na inclusão social de pessoas com deficiência visual,  a exposição será itinerante nas estações do Metrô e poderá ser acompanhada pelos passageiros nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha.  

Publicidade

A mostra apresenta textos e imagens explicativas que viajarão pelas estações Luz, Alto do Ipiranga e República. A exposição também pode ser conferida no site da Linha da Cultura do Metrô, no endereço https://biblioteca.metrosp.com.br/.  

“Por meio da exposição, queremos sensibilizar a sociedade sobre a causa da inclusão das pessoas cegas ou com baixa visão e contribuir culturalmente com a sociedade. Essa exposição tem como intuito imergir no tempo. A ideia é mostrar as raízes da instituição, desde sua fundação até os dias atuais. Além disso, é uma forma de dar visibilidade ao legado vivo de Dorina de Gouvêa Nowill, que dedicou sua vida para garantir a autonomia e inclusão das pessoas com deficiência visual”, conta Alexandre Munck, superintendente executivo da Fundação Dorina Nowill para Cegos.  

Nascida em 28 de maio de 1919, Dorina de Gouvêa Nowill perdeu a visão ainda com 17 anos e, posteriormente batalhou durante toda sua trajetória pela autonomia e inclusão de pessoas com deficiência visual até sua morte em agosto de 2010.