Início Pindamonhangaba Pindamonhangaba amplia o monitoramento com 700 novas câmeras

Pindamonhangaba amplia o monitoramento com 700 novas câmeras

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa

A Prefeitura de Pindamonhangaba vem implantando o Programa Cidade Inteligente desde dezembro de 2020 visando um salto no crescimento tecnológico do município, fomentando o desenvolvimento e a economia. Atualmente, o programa já conta com cerca de 700 câmeras instaladas, de 1.406 planejadas.

Elas estão em locais como: cruzamentos, através de monitoramento semafórico; em prédios públicos, nas áreas internas e externas, objetivando a segurança do local e também dos arredores beneficiando a população; em pontos de Wifi em praças públicas; além de locais de grande movimentação, onde possa ser captada qualquer imagem que reforce e garanta a segurança pública.

Publicidade

De acordo com o secretário adjunto de Administração, Danilo Velloso, que está à frente do Cidade Inteligente, não só está sendo feita a instalação das câmeras, como também a gestão das imagens geradas. “Todos os secretários contam com um aplicativo em que poderão ver as imagens das câmeras instaladas nos prédios de seu setor, o que irá auxiliar na gestão de sua secretaria. Por exemplo, poderá identificar um local que necessite de limpeza pública ou poda de vegetação, ou ainda poderá monitorar uma unidade de saúde em que haja algum transtorno e já tomar as ações corretivas em tempo real”, explicou o secretário adjunto.

Ele completa, explicando outras funcionalidades das câmeras. “Cidade Inteligente é uma arquitetura onde podemos conectar várias ações através de uma rede de informática em que é possível trafegar esses dados. Todo esse projeto contempla automação da identificação desses atos. As câmeras nas entradas da cidade, por exemplo, podem identificar um veículo que tenha boletim de ocorrência e alertar as forças de segurança para autuar esse veículo”, exemplificou.

Para o prefeito Dr. Isael Domingues, o investimento em tecnologia, além de gerar economicidade, propicia inovação, empreendedorismo, integração internacional, colabora com a capacitação profissional, resultando em sustentabilidade e qualidade de vida para a população. Para tanto, a segurança é um dos principais pilares. “Além das câmeras de monitoramento estamos implementando o conceito de integração de forças de segurança, com uma reestruturação do COI e mais 300 câmeras já a partir do próximo mês. Nossa previsão é ter três COIs descentralizados, no Araretama, Moreira César e Cidade Nova, além de uma central, que passara a se chamar CSI – Centro de Segurança e Inteligência”, destacou. “Este investimento vai contribuir para diminuir ainda mais os índices de criminalidade em nossa cidade”, concluiu.

Conheça os projetos que integram o Cidade Inteligente
Em linhas gerais, o Programa Cidade Inteligente agrupa:

  • Rede de dados de alta velocidade por meio de fibra ótica;
  • Wi-fi nas escolas e espaços públicos, com câmeras;
  • Câmeras de monitoramento com sistema inteligente de reconhecimento de imagens, implementação de cinturão de segurança com câmeras em todas as entradas e saídas da cidade e semáforos inteligentes;
  • Desburocratização por meio de sistemas online;
  • Segurança da informação LGPD;
  • Câmeras-cidadão permitindo o compartilhamento de imagens (ainda em implantação);
  • Meu Pet, por meio de chipagem de localização em cães e gatos;
  • Ouvidoria digital (E-ouve);
  • Centro de segurança integrado;
  • Saúde informatizada e humanizada por meio de sistema de agendamento, prontuário etc;
  • Telemedicina;
  • Nova plataforma de educação com sistema de ensino híbrido;
  • Atendimento eletrônico e totens interativos para pagamentos e negociação de tributos.