Início Aparecida Com mudança nos ritos e sem a presença de fiéis, Tríduo Pascal...

Com mudança nos ritos e sem a presença de fiéis, Tríduo Pascal será celebrado em Aparecida

Foto: Daniele Souza

Celebrações serão transmitida pelas redes sociais da Basílica, Rede Aparecida de Comunicação e Aplicativo Aparecida

Considerado o ponto alto do calendário litúrgico da Igreja Católica, o Tríduo Pascal no Santuário Nacional de Aparecida (SP) poderá ser acompanhado apenas de forma virtual. De 01 a 04 de abril, a programação de celebrações e catequeses será transmitida pelas redes sociais da Basílica, Rede Aparecida de Comunicação e Aplicativo Aparecida.

Os fiéis não poderão participar da cerimônia dentro do templo, já que a Fase Emergencial do Plano São Paulo proíbe a celebração de cerimônias religiosas com a presença de público. Também por causa da pandemia, os ritos que celebram a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo sofreram alterações.

Publicidade

A abertura do período de celebrações acontece na quinta-feira (01), com a Missa da Ceia do Senhor. A celebração acontece às 20h e relembra a Última Ceia de Jesus com os seus apóstolos, quando Ele instituiu a Eucaristia e o sacerdócio ministerial.

Embora seja tradicionalmente facultativo, o Rito de Lava-Pés, que caracterizava a data, não deve acontecer este ano. A Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, órgão do Vaticano responsável pelas diretrizes das celebrações, orientou para que o ritual seja suspenso nos templos católicos de todo o mundo para evitar o contato físico entre os fiéis.

O órgão também promoveu alterações na Celebração da Paixão do Senhor. Durante o ritual que marca a Sexta-Feira Santa (02), data em que os católicos recordam a morte de Jesus, será feita uma oração especial por aqueles que sofrem com a pandemia, pelos doentes e defuntos. Além disso, o tradicional beijo na cruz, habitualmente dado pelos fiéis no crucifixo durante a cerimônia, também será omitido.

“Vamos convidar para que cada pessoa, em sua casa, beije o crucifixo que estiver junto dela. Será uma forma de se unir ao beijo que será dado unicamente por Dom Orlando aqui no Santuário, adorando Jesus, nosso Redentor”, adianta o missionário redentorista, padre José Ulysses da Silva.

Na Basílica da Padroeira do Brasil, a Celebração da Paixão será rezada às 15h. A programação do dia ainda contempla a meditação da Via-Sacra às 9h, o Sermão das Sete Palavras de Jesus na Cruz às 12h e a Cerimônia do Descendimento da Cruz às 19h30.

As cerimônias do Tríduo Pascal continuam no sábado (03). Às 9h, acontece a Celebração das Dores de Maria, que recorda a participação da Mãe. Às 12h, será a vez do tradicional Ofício de Nossa Senhora ser rezado no Santuário.

A principal celebração do dia, a Vigília Pascal, acontece às 20h na Basílica Nova. A cerimônia é a primeira a comemorar a ressurreição de Jesus, o que a torna a mais importante cerimônia do calendário cristão.

“A Vigília celebra a memória da noite santa, em que Jesus ressuscitou, e é considerada a mãe de todas as santas vigílias, como disse Santo Agostinho, pois nela a Igreja se mantém de vigia, à espera da Ressurreição do Senhor. É o cume do ano litúrgico. ”, explica o missionário redentorista, padre Alberto Pasquoto.

As comemorações pascais continuam no domingo (04), com três celebrações no interior da Basílica. As missas poderão ser acompanhadas de casa pelos fiéis às 8h, 12h e 18h.

Fonte: Santuário Nacional (A12.com)