Início São José dos Campos São José dos Campos tem menor taxa de mortes entre grandes cidades...

São José dos Campos tem menor taxa de mortes entre grandes cidades de SP

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

São José dos Campos registrou em 2020 taxa de 5,07 mortes (homicídios + latrocínios) a cada 100 mil habitantes, o menor índice entre as 10 maiores cidades do Estado de São Paulo e entre os municípios mais populosos da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira).

Na comparação com 2016, antes da implantação do programa São José Unida, a redução foi de 56% –na ocasião, a taxa chegou a 11,6.

Publicidade

O programa foi criado pela Prefeitura em 2017 com o objetivo de reunir as forças de segurança para evitar a violência e reduzir os indicadores de criminalidade, o que tem acontecido de forma constante e progressiva.

O índice alcançado por São José em 2020 é semelhante ao dos países de primeiro mundo onde há menos violência e metade do considerado tolerável pela ONU (Organização das Nações Unidas), que é de 10 assassinatos a cada 100 mil habitantes.

A taxa joseense é 6 vezes menor do que a média nacional (31,1) e está abaixo das médias do Estado de São Paulo (6,5) e mundial (6,4).

Mais segurança

Munícipes consultados elogiaram a união das forças de segurança e destacaram a importância da queda dos índices de criminalidade em meio à pandemia da covid-19.

“A Prefeitura e as forças policiais estão fazendo um ótimo trabalho. Hoje, temos mais segurança para andar nas ruas”, afirmou a vendedora Mara Cristina dos Santos Alves, que tem 34 anos e mora no Monte Castelo, na região central.

“A segurança em São José melhorou bastante. A redução dos índices de criminalidade traz um alívio em meio à pandemia da covid-19”, disse o comerciante José Antônio da Silva, que tem 57 anos e reside na Vila Tatebuba, na zona leste.

Sem latrocínios

São José não teve nenhum latrocínio (roubo seguido de morte) em 2020. É a primeira vez que isto acontece desde 2002, considerando os dados desde o início da série histórica da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública), em 2002.

Além do fato histórico, no ano passado o município registrou os menores índices de homicídios, roubos, furtos, roubos de veículos e furtos de veículos em comparação ao mesmo período dos últimos 19 anos.

As taxas de criminalidade de janeiro a dezembro de 2020 foram divulgadas na última segunda-feira (25) pela SSP.

Em 2020, foram registradas 37 mortes, uma média de 3 por mês. Desde que o programa São José Unida foi implantado, as taxas de homicídios vêm sendo reduzidas ano a ano: foram 38 em 2019, 54 em 2018 e 56 em 2017.

Na comparação com 2016, o total de mortes foi reduzido a mais da metade –naquele ano, o número de homicídios chegou a 81 (queda de 54%).

As taxas de roubos, furtos, roubos de veículos e furtos de veículos também despencaram em 2020 e são as menores desde 2002.

Aprovação popular

A queda da criminalidade e os bons resultados do trabalho conjunto desenvolvido pela Prefeitura e pelas forças de segurança se reflete na aprovação popular.

A segurança pública e a Guarda Civil Municipal de São José mantêm a liderança no ranking das 10 maiores cidades do Estado de São Paulo, segundo pesquisa realizada pelo Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos) no quarto trimestre de 2020.

Os levantamentos são realizados a cada trimestre. O grau de satisfação é definido por meio de pontuação a partir de avaliação feita pelos próprios moradores pesquisados.

Na área de segurança, o índice de aprovação positiva foi de 77%, entre regular (37%), boa (35%) e ótima (5%). Do total de entrevistados, 10% classificaram os serviços como ruins e 13% disseram ser péssimos.

A GCM (Guarda Civil Municipal) também continua na liderança. O índice de aprovação positiva foi de 91%, entre regular (45%), boa (40%) e ótima (6%). Do total de entrevistados, 6% classificaram os serviços prestados pela GCM como ruins e 3% disseram ser péssimos.

Desde 2017, a GCM passou por um processo de recuperação e melhoria de sua infraestrutura e de capacitação de seus profissionais. A corporação foi equipada com 30 carros elétricos e 100 novos agentes foram contratados.

Também foram adquiridos novos fardamentos, armas e coletes à prova de balas, microcâmeras para utilização nos uniformes, drone, veículos, motos e tablets para melhoria do serviço prestado à população.

Índices de criminalidade (janeiro a dezembro)

HOMICÍDIOS

2020: 37

2019: 38

2018: 54

2017: 56

2016: 81

Redução de 3% na comparação com 2019, de 31% quanto a 2018, de 34% em relação a 2017 e de 54% na comparação com 2016

ROUBOS:

2020: 1.809

2019: 2.206

2018: 2.844

2017: 3.138

2016: 4.254

Queda de 18% em relação a 2019, de 36% quanto a 2018, de 42% na comparação com 2017 e de 57% em relação a 20160

FURTOS:

2020: 4.025

2019: 5.126

2018: 5.688

2017: 6.213

2016: 6.376

Decréscimo de 21% quanto a 2019, de 29% em relação a 2018, de 35% na comparação com 2017 e de 37% 2016

ROUBOS DE VEÍCULOS

2020: 276

2019: 452

2018: 707

2017: 770

2016: 853

Redução de 39% na comparação com 2019, de 61% quanto a 2018, de 64% em relação a 2017 e de 68% na comparação com 2016

FURTOS DE VEÍCULOS:

2020: 986

2019: 2.193

2018: 2.045

2017: 2.488

2016: 2.366

Decréscimo de 55% quanto a 2019, de 52% em relação a 2018, de 60% na comparação com 2017 e de 58% quanto a 2016

Investimentos e ações da Prefeitura na segurança

• Implantação de solução de Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service), com 1.000 câmeras com inteligência por toda a cidade, interligação semafórica, antenas de wi-fi com internet gratuita à população e a criação de um CSI (Centro de Segurança Integrada)

• Criação do programa São José Unida, que reúne todas as forças de segurança do município para prevenir e reduzir os índices de criminalidade

• Contratação de 100 novos guardas civis municipais, aumentando o efetivo para os atuais 336 integrantes

• Maior agilidade e melhores resultados no trabalho diário da Guarda Civil Municipal após a substituição de 100% da frota por carros elétricos. Também foram adquiridos drone, microcâmeras para uso nos uniformes, radiotransmissores digitais, tablets, novas e modernas armas, fardamentos e coletes à prova de bala

• Portais de segurança, que consistem em câmeras de monitoramento com tecnologia de fotossensores, que permitem a obtenção de informações instantâneas sobre os veículos que passam pelos portais de segurança instalados em vários pontos de entrada e saída da cidade

• Modernização do sistema de iluminação pública, com implantação de lâmpadas de LED em todas as regiões da cidade

• Retomada da Atividade Delegada, em parceria com a Polícia Militar

• Implantação da Patrulha da Lei Maria da Penha, garantindo mais segurança para as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar