Início São José dos Campos Prefeitura de São José dos Campos impede 15 fluxos e festas em...

Prefeitura de São José dos Campos impede 15 fluxos e festas em todas as regiões

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

A Prefeitura de São José dos Campos impediu e dispersou 15 fluxos do funk, festas clandestinas e aglomerações no entorno de adegas no último final de semana em todas as regiões da cidade.

Após ação da GCM (Guarda Civil Municipal), foram encerrados fluxos nos bairros Campo dos Alemães (região sul), SetVille Altos de São José e Jardim Pararangaba (leste) e Urbanova (oeste).

Publicidade

Em outra frente de atuação, os agentes do DFPM (Departamento de Fiscalização de Posturas Municipais), com apoio da GCM, interditaram 5 bares nas zonas leste e central, 2 chácaras nas regiões sul e norte, 2 adegas na região sul e 1 espaço de eventos na zona leste onde estavam sendo realizadas festas com aglomeração de pessoas e perturbação do sossego público.

As equipes da Prefeitura também impediram uma festa particular em chácara da região oeste e fizeram ainda apreensões de bebidas e aparelhos de som.

Em algumas destas ações, a Polícia Militar deu apoio, por meio do programa São José Unida, que foi criado pela Prefeitura em 2017 e reúne todas as forças de segurança com o objetivo de evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido mês a mês.

Multas e abordagens

Foram aplicadas 67 multas, sendo 35 por som alto e 32 por irregularidades de trânsito (estacionamento em locais proibidos e falta de cinto de segurança, entre outras).

Durante as ações, foram abordadas 108 pessoas, apreendidas bebidas diversas e vistoriados 66 veículos, entre carros e motos.

A Prefeitura recebeu, pelos canais oficiais, 131 reclamações de perturbação do sossego público.

Mais sossego

A redução dos fluxos e festas clandestinas e as intervenções rápidas se devem ao aumento nas ruas das equipes da Guarda Civil Municipal e do DFPM (Departamento de Fiscalização de Posturas Municipais) e de agentes de mobilidade urbana, além da parceria com as polícias Civil e Militar por meio do programa São José Unida, que reúne as forças de segurança do município para evitar a violência e reduzir os índices de criminalidade.

O trabalho continuará intensificado para que as regras da quarentena sejam cumpridas, garantindo mais saúde, segurança e tranquilidade aos munícipes.

Os munícipes podem denunciar aglomerações e descumprimentos das regras de isolamento social por meio dos canais oficiais: Central 156 (telefone, site e aplicativo) e pelos telefones 153 (Guarda Civil Municipal), 190 (COI/Copom) e 3901-4120 (DFPM).

Fiscalização do comércio

Em outra frente de atuação, no último final de semana os agentes do DFPM aplicaram 6 multas e emitiram 4 notificações preliminares em estabelecimentos comerciais por descumprimentos de decretos estaduais e municipais que estipularam regras sanitárias e de saúde de combate à covid-19. As multas têm valor inicial de R$ 5 mil.

Desde o início da pandemia em março de 2020, foram aplicadas 613 multas em estabelecimentos comerciais por descumprimento dos decretos municipais e estaduais e das regras sanitárias e de saúde estipuladas para a quarentena.

Durante este período, também foram realizadas 13.373 vistorias e cerca de 4.000 visitas para orientação de comerciantes, lojistas e clientes.

Foram atendidas ainda 12.760 reclamações e denúncias da população de desrespeito às normas para o período de quarentena.

Contra a covid

Todas as ações de combate ao fluxo e fiscalização do comércio foram intensificadas para garantir mais saúde, tranquilidade e segurança à população e têm contribuído para diminuir a propagação da covid-19 no município.

Desde esta segunda-feira (18), a cidade está na fase vermelha do Plano SP, com abertura apenas dos serviços essenciais.

Os fluxos promovem aglomerações de jovens sem máscaras e sem os cuidados sanitários necessários, o que pode provocar o alastramento da doença.

Em geral, quando pegam o coronavírus os jovens não apresentam sintomas graves, mas eles podem colocar em risco os pais e avós, mais sujeitos a ter complicações.

Desde novembro, o número de pessoas de 21 a 40 anos contaminadas tem aumentado, assim como o número de notificações, casos positivos na cidade considerando-se todas as faixas etárias e casos de internações em hospitais.

Combate aos fluxos e aglomerações

De 15 a 17 de janeiro:

• Fluxos e festas interditados: 15

• Multas por som alto: 35

• Multas por irregularidades de trânsito: 32

• Pessoas abordadas: 108

• Veículos vistoriados: 66

• Produtos apreendidos: Bebidas diversas e aparelhos de som

• Reclamações da população: 131

• Multas no comércio: 6