Início Esporte Clubes europeus perderam 4 bilhões de euros na pandemia, diz estudo

Clubes europeus perderam 4 bilhões de euros na pandemia, diz estudo

Foto: Vienna Reyes/divulgação

Competições, retomadas aos poucos, ficaram paralisadas entre fevereiro e julho de 2020

A pandemia do novo coronavírus foi um duro golpe para diversas áreas da economia mundial. Serviços foram interrompidos e o trânsito de pessoas no mundo foi totalmente afetado. Com isso, empresas faliram, o desemprego aumentou em quase todo planeta e o cenário de caos ainda é grande.

Os sites de apostas esportivas também foram afetados, na esteira da paralisação de competições esportivas das maiores ligas do mundo. Clubes, jogadores, técnicos e diretores foram obrigados a interromper campeonatos. Em alguns casos, competições foram canceladas em 2020, como a Copa América e a Eurocopa.

Publicidade

Esse contexto teve um impacto importante nas finanças dos clubes do mundo. Entre os pequenos, o estrago foi devastador. Para os gigantes, o tombo também foi considerável. Grandes clubes da Europa esperam perder 4 bilhões de euros em receitas entre 2020 e 21 por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os dados são da Associação Europeia de Clubes e foram divulgados entre julho e agosto deste ano..

A associação estima que clubes em 55 países enfrentam um déficit coletivo de 1,6 bilhão de euros nesta temporada e 2,4 bilhões de euros na temporada 2020/21. A análise excluiu possíveis lucros do mercado de transferência.

“Os resultados demonstram que o impacto financeiro do COVID-19 nos clubes europeus é um choque sísmico”, disse o presidente-executivo da associação de clubes, Charlie Marshall.

A FIFA já liberou centenas de milhões de dólares de suas reservas financeiras para fazer concessões e empréstimos sem juros às federações filiadas, que podem optar por investir em clubes de futebol. Mas isso não parece ter sido suficiente

A pandemia afetou acordos de transmissão em todo o mundo e forçou os jogos a serem disputados com poucos ou nenhum torcedor nos estádios, prejudicando as receitas do clube.

Nas dez ligas pesquisadas pela associação – incluindo as cinco mais ricas da Inglaterra, França, Alemanha, Itália e Espanha – os clubes podem perder 400 milhões de euros em vendas de ingressos nesta temporada e 1,1 bilhão de euros na próxima.

As competições foram retomadas em quase todos os países da Europa, mas a presença de público ainda não é permitida. Isso também gera um prejuízo enorme para os clubes, já que não há venda de ingresso, equipamentos esportivos, entre outras variáveis nos estádios.