Início Taubaté Instituto Butantan reforça testes rápidos para coronavírus em Taubaté

Instituto Butantan reforça testes rápidos para coronavírus em Taubaté

Reuters/Ueslei Marcelino/Direitos Reservados

Uma parceria entre o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e o Instituto Butantan vai reforçar o monitoramento de casos de coronavírus em Taubaté com a aplicação de mais 14.150 testes rápidos em grupos específicos.

As ações de testagem do Butantan envolvem 17 cidades do Estado. Taubaté é a única da RMVale a integrar este grupo. Os kits com os testes estão previstos para chegar na próxima quarta-feira, dia 19 de agosto. As equipes já estão estruturadas e as ações de testagem devem começar a partir da próxima  sexta-feira, dia 21 de agosto.

Publicidade

Entre os segmentos definidos pelo Butantan para a testagem estão profissionais da saúde, representantes das forças de segurança, trabalhadores do transporte público, motoboys e motoristas de aplicativo. Além destes grupos, também deverá ser priorizado alguns pontos do bairro de maior número de casos e caixas de supermercados. O objetivo é concluir este quantitativo de testes em cerca de 60 dias.

Já foram realizados até o momento cerca de 20.000 testes em Taubaté, entre os quais 12.000 testes rápidos e 5.293 testes do tipo RT-PCR pela rede pública, além da rede privada. A aplicação dos testes rápidos permitiu a identificação de 809 pessoas infectadas pelo coronavírus.

A prefeitura reforça que estas ações são realizadas de forma aleatória, sem divulgação prévia de dias, horários e locais para evitar aglomerações.

🚨 SAIBA MAIS clicando aqui ou CHAME no WHATSAPP 🚨

A aplicação dos testes rápidos obedece critérios técnicos e ocorre em pontos estratégicos, por meio de uma avaliação conjunta entre o Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus e a Vigilância Epidemiológica. A prioridade é detectar de forma precoce casos da doença em grupos de alta vulnerabilidade e exposição.

Conforme orientação de especialistas, a ampliação da oferta de testes para a população pode garantir um planejamento com maior eficiência e o desenvolvimento de estratégias regionalizadas ou específicas para determinados públicos de acordo com os resultados apresentados.