Início Taubaté Taubaté inicia adaptação de UPA para Hospital de Campanha; veja os casos...

Taubaté inicia adaptação de UPA para Hospital de Campanha; veja os casos de coronavírus

© REUTERS / Lindsey Wasson/Direitos reservados

A Prefeitura de Taubaté inicia esta semana a segunda fase do plano de contingência para o combate ao coronavírus. A nova etapa conta com a transformação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central em unidade exclusiva para observação e internação de pacientes com sintomas respiratórios, suspeita ou confirmação de coronavírus.

Com isto, a UPA fica em condições de funcionar como uma espécie de Hospital de Campanha a partir do momento em que houver a ocupação total da ala exclusiva para coronavírus montada no Hospital Municipal Universitário de Taubaté (HMUT).

Publicidade

Além das alas de observação para os casos relacionados a coronavírus já em funcionamento na UPA Central, estão sendo instalados mais 40 leitos de internação, dos quais 30 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI. Foi feito o reforço das equipes para o atendimento dos pacientes.

Somente casos com esse perfil serão atendidos na UPA Central. Pacientes com outros problemas de saúde deverão procurar a UPA San Marino ou as demais unidades de urgência e emergência de Taubaté (UPA Cecap, UPA Santa Helena e UPA Infantil).

Atualmente, existe uma estrutura exclusiva para casos de coronavírus montada no HMUT. São 40 leitos distribuídos da seguinte forma: 26 leitos de enfermaria, 10 leitos de UTI adulto e 4 leitos de UTI pediátrica exclusivos para pacientes com suspeita ou confirmação da doença. Também foram destinados em outra ala fora deste complexo 16 leitos para gestantes e mulheres jovens. A estrutura pode ser ampliada conforme a progressão de casos.

Casos
Taubaté mantém 31 casos confirmados de coronavírus, conforme boletim atualizado pela Vigilância Epidemiológica nesta terça-feira, dia 28 de abril. São 37 casos suspeitos em análise e 17 pacientes internados em hospitais.

Isolamento
A taxa de isolamento social do município caiu para 49% na última segunda-feira, dia 27 de abril. Ainda assim, Taubaté ficou acima da média do Estado de São Paulo, que foi de 48%. De acordo com o Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo,a adesão ideal para controlar a disseminação da doença é de 70%.