Início Variedades Após 1 ano, bikes compartilhadas se consolidam em São José

Após 1 ano, bikes compartilhadas se consolidam em São José

Foto: Lucas Cabral/PMSJC

Quem, há três anos, arriscaria dizer que São José teria diversas bicicletas espalhadas pela cidade podendo ser compartilhadas entre os usuários?

Presente nas principais capitais do mundo e do Brasil, o serviço chegou à cidade em outubro do ano passado e, após um ano, se consolidou com a adesão maciça da população e consequente expansão da área de abrangência.

Publicidade

São José foi a primeira cidade do interior do Brasil a operar com o modelo de compartilhamento dockless (sem estação), que permite desbloquear e estacionar as bicicletas em qualquer lugar dentro da área de abrangência.

Essa nova opção de deslocamento foi possível graças ao empenho da atual Administração, que incentiva o uso do transporte sustentável e tem, inclusive, como um dos eixos de gestão o compartilhamento de recursos.

Na cidade, o serviço foi iniciado na região central com 50 bicicletas da empresa Samba. Atualmente, são 1.205: 100 da Samba e 1.105 da Yellow, que começou a operar no município em janeiro deste ano.

O casal Eliene Pereira da Silva, de 40 anos, e Fábio Mariano da Silva, de 45, aproveitou a agradável tarde desta terça-feira (22) para andar na ciclovia da avenida Andrômeda.

“Uso sempre e gosto bastante, principalmente para o lazer. Facilita o meu transporte”, afirmou Eliene.

Já o marido utilizou pela primeira vez a bicicleta. “Conheço o serviço e sempre desbloqueio a bicicleta para o meu filho usar. Mas hoje estou usando pela primeira vez. Achei diferente e gostoso. Foi uma boa ideia da Prefeitura para os munícipes”, disse Fábio. O casal mora no Colonial, região sul da cidade.

O aposentado e morador do Alto da Ponte, na região norte, José Camilo Antunes, de 61 anos, utiliza o serviço há bastante tempo e com frequência. “Saio da região da Vila Ema e Vila Adyana, onde faço minhas atividades físicas e de lazer, e volto para a região central de bicicleta. Uso umas quatro vezes por semana”, contou José, que havia acabado de encerrar uma viagem de bicicleta próximo à Igreja Matriz.

Além das bicicletas, São José dos Campos também conta com o serviço de compartilhamento de patinetes, da empresa Grin. Os equipamentos, que já somam 537, chegaram às ruas da cidade em janeiro deste ano.

O serviço de bikes está disponível nas regiões centro, sul, norte, oeste e com 50 bikes que ficam dentro do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial).

Como funciona

Por meio do sistema dockless (sistema de compartilhamento de bicicletas que não utiliza estações de travamento), os usuários podem usar as bicicletas e patinetes por toda a cidade e devolvê-las em qualquer local apropriado para seu estacionamento, dentro da área de cobertura.

Em São José, as empresas operam o sistema de locação de bicicletas e patinetes principalmente por meio de aplicativos de celular. A Yellow também conta com pontos de venda, onde o usuário tem a opção de comprar os créditos em dinheiro.

Credenciamento e educação para o trânsito

Atualmente, a Prefeitura credencia as empresas operadoras e as regras de circulação e conduta são definidas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Além disso, a Administração está investindo em campanhas educativas como o Programa #SinaldeGentileza, que tem como objetivo incentivar o respeito às regras de trânsito e a convivência harmônica entre os usuários das vias públicas.