Início Variedades Caçapava, Potim, Roseira, Cruzeiro e Pindamonhangaba são contempladas em Chamada Pública para...

Caçapava, Potim, Roseira, Cruzeiro e Pindamonhangaba são contempladas em Chamada Pública para Projetos de Eficiência Energética da EDP

Foto ilustrativa/divulgação EDP

As cinco cidades do Vale do Paraíba tiveram iniciativas contemplados pela Chamada Pública; Ao todo serão R$ 6,4 milhões investidos em 11 projetos selecionados na área de concessão

A EDP, distribuidora de energia elétrica de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, anuncia os projetos contemplados na Chamada Pública de Eficiência Energética, para incentivar a conservação e uso racional da energia elétrica. Serão R$ 6,4 milhões investidos em 11 projetos selecionados.

No Vale do Paraíba, os municípios de Caçapava, Potim e Roseira serão beneficiadas com a troca de luminárias de iluminação pública comuns por LED. No Alto Tietê, as cidades de Mogi das Cruzes, Poá e Biritiba Mirim também terão as substituições. No total serão 3.501 luminárias. Com a instalação, será possível reduzir o consumo de energia do governo municipal referente a iluminação em cerca de 3.300 megawatts-hora (MWh/ano), o equivalente ao consumo médio anual de aproximadamente 1.380 famílias. Além disso, há uma redução também nos custos de manutenção, uma vez que a durabilidade da lâmpada LED é muito superior ao sistema atualmente utilizado. O novo modelo também gera menor impacto ambiental por não conter mercúrio e outros componentes nocivos em sua composição.

Publicidade

Além da eficientização da iluminação pública municipal, instituições como a ETEC de Cruzeiro, Hospital Santa Casa de Pindamonhangaba e SENAI de Guarulhos, serão beneficiadas com a substituição de lâmpadas em suas instalações internas. O projeto Eficiência Solidária, que atua por meio de um posto de atendimento itinerante para a conscientização de clientes residenciais sobre o uso eficiente da energia e possibilita a troca de lâmpadas comuns por LED, também será realizado. Ao todo serão cerca de 65 mil lâmpadas antigas substituídas.

“Beneficiar instituições de ensino e de saúde da área de concessão por meio dos programas de eficiência energética e tornar a iluminação pública das cidades mais eficiente está em linha com nosso propósito de Usar a nossa energia para cuidar sempre melhor. Conseguiremos contribuir diretamente para a utilização segura e racional da energia elétrica por meio dos projetos contemplados, e, consequentemente, para a redução de gastos com energia e um melhor uso dos recursos naturais”, afirma Giuliano Vieira, gestor executivo da EDP.

Com as 11 iniciativas selecionadas pela Chamada Pública de Eficiência Energética da EDP, a Companhia contribuirá para que mais de 2.300 toneladas de CO2 deixem de ser lançados na atmosfera nos próximos cinco anos. Realizar projetos que resultem em eficiência energética é uma ação que reafirma o compromisso da EDP com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – plano de ação global definido pelas Nações Unidas (ONU) para alcançar o desenvolvimento sustentável até 2030, e que está incorporado à agenda estratégica da Companhia para crescer gerando impactos positivos junto à sociedade e ao meio ambiente.

A Chamada Pública de Projetos do Programa de Eficiência Energética da EDP é regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

Mais informações em: edpsp.gestaocpp.com.br