Início Variedades Volkswagen do Brasil inicia produção do Nivus na fábrica Anchieta

Volkswagen do Brasil inicia produção do Nivus na fábrica Anchieta

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)


→ Primeiro projeto da marca Volkswagen feito 100% digital


A Volkswagen do Brasil dá início nesta segunda-feira (8), à produção na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo/SP, de seu mais novo veículo: o VW Nivus. Além do pioneirismo de ser o primeiro modelo da empresa desenvolvido no Brasil e que será produzido e comercializado no mercado europeu; inaugurar a nova central de infotainment VW Play – uma nova era em conectividade, streaming e serviços -; o VW Nivus também quebra o paradigma de ser desenvolvido sem a necessidade de um protótipo físico em nenhuma de suas fases, ou seja, foi concebido de forma 100% digital.

“Hoje damos início à produção do VW Nivus e somos os primeiros do Grupo VW a desenvolver um projeto 100% digital. Com isso, diminuímos o tempo do projeto em 10 meses, ao realizar testes e validações virtualmente, e tornamos os processos mais eficazes e com significativa redução de custos”, enfatiza Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen para a América Latina.

Publicidade
(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Linha de Produção
A fábrica da Anchieta, que já produz o VW Polo e VW Virtus em sua Estratégia Modular MQB – um dos mais modernos conceitos para produção de veículos – é a responsável por fabricar o VW Nivus a partir de hoje. Investimentos na linha de produção, que estão inseridos no ciclo de R$ 7 bilhões já anunciados, contemplam, principalmente, novas instalações como na área de Armação. Foram adquiridos 419 novos equipamentos, sendo que destes 90 são robôs; parte destes robôs conta com a nova tecnologia de ponta VASS6, alinhada com a indústria 4.0, que permite maior precisão e mais segurança; e ampliação de mais de 24 mil metros quadrados de área, totalizando cerca de 105 mil metros quadrados.

Na Estamparia, foi instalada uma nova de prensa “Extra Large” capaz de ampliar a produção de peças em até quatro vezes por minuto, bem como reduzir custos em função da eficiência energética dos equipamentos.

VW Nivus desenvolvido 100% digital
No Laboratório de Protótipo Virtual, localizado na fábrica VW Anchieta, é utilizada tecnologia de ponta para tornar reais os carros, como o VW Nivus, que serão lançados no futuro. Prova de que a VW é movida pela inovação, a empresa utiliza recursos tecnológicos como realidade virtual e realidade aumentada para otimizar o desenvolvimento de novos produtos, tornando o processo ainda mais eficaz.

Em um projeto 100% digital, não foi necessário fazer um único protótipo físico para desenvolver o VW Nivus, considerando-se o mercado sul americano e europeu. Para efeito de comparação, no passado eram utilizados até 70 protótipos físicos. Foram feitas nove variações virtuais (acabamentos, cores etc) no VW Nivus o que proporcionou ao novo veículo mais segurança, pois todas as peças foram testadas previamente. Com isso, só no Laboratório de Protótipo Virtual houve uma economia de 65% de custos em relação a projetos anteriores e, em função da tecnologia, foi possível que mais de 70% das simulações ocorressem no Brasil virtualmente (Ex: Segurança Veicular, acústica, plataforma e outros).

Fábrica Digital
Além do VW Nivus ter sido desenvolvido 100% digitalmente, no Laboratório de Protótipo Virtual, ferramentas da Indústria 4.0 como impressoras 3D e processos digitalizados, com alto nível de automação e inteligência artificial, integram a produção do carro.

A Fábrica Digital foi utilizada como ferramenta na Fábrica Piloto para análise da montabilidade do veículo na linha de produção, validação do produto e possíveis correções, simulação dos processos todo em ambiente virtual: otimização de custos e tempo, bem como a análise da ergonomia correta do operador durante a montagem.

Foi justamente durante a fase de design e concepção do produto, que a áreas de Manufatura, Fábrica Piloto e Produção discutiram propostas de melhoria no produto e processo.

Durante a concepção do VW Nivus, foi possível ingressar em postos de trabalho que ainda não existiam fisicamente, andar pelo ambiente virtual, segurar e montar peças além de operar dispositivos de maneira virtual. O planejamento virtual, antes da implementação física, permitiu avaliar previamente interferências dentro do processo produtivo, a ergonomia dos postos de trabalho, definir a melhor acessibilidade e disposição de equipamentos entre outros aspectos. Isso é feito utilizando óculos de realidade virtual, roupa e luvas capazes de digitalizarem o movimento do homem para dentro do ambiente virtual e um projetor tridimensional que permite a várias pessoas ao mesmo tempo avaliar o processo em um ambiente 3D.

Trabalho em equipe
O trabalho conjunto dos times de Design e Produção, desde o início do projeto, permitiu que o design do VW Nivus fosse se adaptando às necessidades da linha de montagem, tudo isso de forma virtual conforme enfatizado acima, sem prejuízo ao desenho planejado para o modelo.

“Destaco o comprometimento das equipes em seguir o cronograma e manter o lançamento em meio à pandemia, pois mesmo durante a suspensão de atividades, um grupo de empregados permaneceu na fábrica focado no projeto Nivus – respeitando os novos protocolos de higiene e saúde – para cumprir o programa pré-estabelecido e, mesmo no retorno da produção, o Nivus continuou sendo o foco principal de todos”, afirma Mario Rodrigues, diretor da Unidade de Produção da Volkswagen Anchieta.

Para colocar em prática a produção do VW Nivus, os empregados passaram por treinamentos que acumularam mais de seis mil horas.

Desenvolvido no Brasil, produzido na Europa
O VW Nivus foi desenvolvido no Brasil, será exportado para países da América Latina e produzido no ano que vem na Europa, especificamente em Pamplona, na Espanha. Isso é possível graças aos sistemas interligados entre os dois países que facilitam a troca de informação sobre o produto. Cerca de 30 pessoas do time da Espanha estão envolvidos no projeto e parte delas têm visitado as instalações no Brasil para conhecer de perto o desenvolvimento do Nivus como experiência para fabricação na Europa.