Início Polícia Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte tem redução dos...

Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte tem redução dos indicadores criminais

A Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte apresentou significativa redução nos indicadores criminais, monitorados pela Secretaria de Segurança Pública, no mês de abril de 2020, em comparação ao mesmo período de 2019.

Homicídio fechou o período com redução de 18,18%, furto 52,46%, roubo 43,29%, furto de veículo 55,49%, roubo de veículo 35,34 %, roubo de carga 55,55%, estupro 41,09% e latrocínio 100%.

Publicidade

Durante o 1º quadrimestre de 2020 foram recuperados 603 veículos, efetuadas 2.637 prisões, com 1.975 cidadãos infratores presos em flagrante e 979 cidadãos infratores presos mediante mandado judicial. No mesmo período foram apreendidos 261 infratores em flagrante e 78 infratores apreendidos mediante mandado judicial, apreendidas 314 armas de fogo e apreendidos mais de 535 quilos de drogas.

A PM disse que investiu fortemente na atuação integrada entre os agentes responsáveis pela segurança pública, cada qual buscando cumprir suas atribuições, sendo que as ações conjuntas contribuem para a manutenção da ordem pública.

São realizadas rotineiramente em toda região do RMVale e Litoral Norte, inúmeras operações policiais de acordo com as necessidades e variações dos índices criminais, como exemplo,
“Operações Barreiras Policiais”, “Operações Visibilidade” e “Operações Saturação” que estão sendo deflagradas.

Importante ressaltar que programas de aproximação com a comunidade, como a “Vizinhança Solidária” e o fortalecimento e incentivo à atuação dos Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEG), visam estabelecer um vínculo que atue como canal de informações entre Polícia e Comunidade. Dessa forma, a sociedade passa a ser coparticipante na construção da segurança pública e de cidades mais seguras e melhores para todos.

A sociedade pode contribuir ao realizar denúncias por meio dos números 190, do Centro de Operações da Polícia Militar, e 181, do Disque Denúncia, nutrindo os órgãos policiais com informações dos locais onde estão ocorrendo práticas ilícitas bem como com informações de seus autores.