Início Jacareí ‘Projeto Morrinho’ leva oficinas artísticas e audiovisuais a jovens de Jacareí-SP

‘Projeto Morrinho’ leva oficinas artísticas e audiovisuais a jovens de Jacareí-SP

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Conhecido mundialmente, o projeto reunirá por duas semanas crianças e jovens para oficinas de produção escultural e roteirização

No final de novembro, o projeto ‘Morrinho’ será recebido no Parque Meia Lua em Jacareí. Pela segunda vez no interior de São Paulo, sendo que a primeira foi em Tibiriçá, Bauru, o projeto, que começou no Rio de Janeiro e conquistou o mundo com suas instalações de maquetes, traz a representação simbólica das favelas cariocas e possibilita outras percepções relativas ao imaginário popular sobre as comunidades.

A iniciativa vai reunir crianças e jovens até 18 anos da região, para um ciclo de oficinas gratuitas que envolve produção escultural, ministrada pelos oficineiros Cirlan Oliveira e Ranieri Dias, e roteirização, por Chico Serra.

Publicidade

Junto a jovens e crianças em situação de vulnerabilidade social, a ação vai realizar um ciclo de oficinas de artes plásticas para a construção de uma maquete que representa a comunidade na qual vivem, utilizando como matéria prima tinta e tijolos. Ao mesmo tempo em que acontecem as oficinas de produção audiovisual para que os jovens possam roteirizar e gravar curta-metragens sobre suas vidas em comunidade utilizando a maquete como espaço cênico. A execução das atividades vai acontecer entre os dias 25 de novembro a 06 de dezembro.

“Morrinho foi uma brincadeira que começou nos fundos de casa e se tornou uma obra. Não pensávamos que iria virar um trabalho. O fundamental é saber brincar e trabalhar, criando a maquete com muita riqueza e detalhes”, comenta Cirlan, um dos precursores do projeto. A principal intenção é que nas duas semanas de aulas, os adolescentes aprendam ferramentas que, unidas com a arte e sustentabilidade, permitam a mudança de vida dos jovens.

Em conclusão ao projeto, os curta-metragens serão exibidos para os alunos em uma sessão de cinema no dia 06 de dezembro. A escultura social também permanecerá em exibição no local após o término do projeto. “A escultura social e o curta metragem atuam como ferramentas de reflexão e expressão individual para as crianças. Todo o processo gera um senso de comunidade, pois o resultado final é uma obra coletiva que oferece uma nova perspectiva sobre a realidade ao redor”, diz Lucas Hungria, sócio da Numen Produtora

Anteriormente, ‘Morrinho’ levou sua arte para Tibiriçá em Bauru-SP. Com patrocínio da Duratex, por meio da marca Deca, e produção da Numen Produtora, o Projeto Oficinas Morrinho é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (ProAC ICMS).

Todo o projeto poderá ser acompanhado pela hashtag #projetomorrinho nas redes sociais (www.facebook.com/morrinhoproject e @morrinhoproject no Instagram) e pelo site http://oficinasmorrinho.numenprodutora.com.br/

Instagram: @morrinhoproject | #projetomorrinho https://www.youtube.com/user/ProjetoMorrinho/ http://oficinasmorrinho.numenprodutora.com.br/