Início São José dos Campos Última semana para conferir exposições ‘Esquadros Caídos na Esquina’ e ‘Icones Volatilium’...

Última semana para conferir exposições ‘Esquadros Caídos na Esquina’ e ‘Icones Volatilium’ na Galeria Poente, em São José

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

Obras dos artistas Egídio Rocci e Tamara Andrade podem ser visitadas gratuitamente até dia 23 de novembro

As exposições ‘Esquadros Caídos na Esquina’ e ‘Icones Volatilium’, que foram abertas simultaneamente no dia 28 de setembro, na Galeria Poente, em São José dos Campos, reunindo 25 obras entre desenhos, esculturas e colagens, chega a sua última semana de exibição.

Programadas para serem encerradas no próximo sábado (23), esta é a última semana para visitação e apreciação dos trabalhos dos artistas Tamara Andrade e Egídio Rocci. As exposições são gratuitas e podem ser visitadas de terça a sexta-feira, das 13h às 19h e sábado das 10h às 13h.

Publicidade

A exposição póstuma do artista plástico, Egídio Rocci (1960 – 2015), ‘Esquadros Caídos na Esquina’, conta com 16 obras e propõe uma retrospectiva da carreira do artista. Nesta mostra são apresentados alguns trabalhos da série ‘Caixas’, em que o artista utiliza textos manuscritos, objetos do cotidiano e colagens, montados em caixas de madeira. As obras apontam o momento da carreira do artista em que se iniciou sua linguagem escultórica, passando a expandir cada vez mais a construção de esculturas e instalações grandiosas, elaboradas e complexas utilizando móveis, prateleiras, estantes ou até mesmo pedaços de madeira.

Na série de ‘LIVROS’ produzida no final de sua vida (entre 2012 e 2015) o artista constrói pequenos objetos que incorporam o formato de livro, concebidos partir de pedaços de móveis, trenas e lápis; assim como os livros são carregados de histórias, narrativas e memórias.

Já na mostra ‘Icones Volatilium’, de Tamara Andrade, o desenho aparece como protagonista. Com base em sua pesquisa realizada sobre os artistas viajantes do Brasil no século XVI e XVII, a artista traz nove trabalhos que fazem referência a ilustrações do artista Albert Eckhout – pintor holandês que viajou para o Brasil entre 1637-1644, a serviço de Mauricio de Nassau e documentou a flora e a fauna locais.