Início São José dos Campos Exposição ‘Dorminhocos’, de Pierre Verger, apresenta fotografias de pessoas dormindo em locais...

Exposição ‘Dorminhocos’, de Pierre Verger, apresenta fotografias de pessoas dormindo em locais públicos pelo mundo

(Foto: Alexandre Nunes/Assessoria de Imprensa)
Publicidade

A visitação poderá ser feita de 12 de setembro até 17 de novembro, na Área de Exposição do Sesc São José dos Campos

Sob a curadoria de Raphael Fonseca e em parceria com a Fundação Pierre Verger, o Sesc São José dos Campos apresenta a Exposição Dorminhocos.

As 98 imagens que integram a Mostra foram produzidas no período entre as décadas de 1930 e 1950, ou seja, durante a saída do fotógrafo da França rumo ao mundo, até os anos posteriores ao seu encontro divisor de águas com a cidade de Salvador, em 1946. A exposição foi contemplada com uma seleção de imagens dentro de um universo de cerca de 145 fotografias que registram pessoas e animais dormindo em espaços públicos em diferentes países. O título é o mesmo com o qual Verger catalogou algumas dessas imagens em francês: “Dormeurs”, ou seja, “Dorminhocos”.

As obras foram produzidas com o auxílio da luz solar e incitam dúvidas ao espectador: são momentos de repouso nos intervalos do trabalho ou corpos que se entregam ao cansaço e não sustentam uma postura ativa? A série pode levantar questões como a possibilidade da precariedade, da pobreza e da ausência de moradia para certos estratos da população abatidos pela crescente industrialização do mundo; ou ainda que relações raciais podemos estabelecer a partir das imagens.

O conjunto dessas imagens pode gerar uma ambiência onírica que parece dizer que perante o excesso, o sono e a recusa à verbalização seguem a ser uma postura instintiva e política.

Pierre Verger

Nascido em Paris, em 1902, o fotógrafo decidiu ampliar seu horizonte cultural em 1932, ano em que morre sua única parente viva, a mãe. Com sua câmera, inicia uma série de longas viagens por diferentes pontos do mundo. O recém-aprendiz ansiava pela experimentação da tecnologia da fotografia, que, em pouco tempo daria lhe daria a subsistência básica, tendo imagens publicadas em importantes revistas internacionais.

Em 1946, chega a Salvador, na Bahia e o que poderia ser mais um porto para fotografias se torna um encontro divisor de águas e Verger fica e se torna um dos maiores estudiosos no Brasil da diáspora africana, o que lhe rendeu convites de viagens para o Haiti, Cuba e Benin para estudar as diferentes manifestações religiosas africanas.

Falecido em 1996, criou a fundação que leva seu nome dentro de sua própria casa, em Salvador, onde se encontra mais sessenta mil negativos fotográficos, material de pesquisa, correspondências e livros que estão abertos ao público para pesquisas e visitas.

Programação integrada

Palestra de abertura

Dorminhocos: Processo Curatorial

Dia 12, quinta, às 20h.

Raphael Fonseca, curador do MAC-Niterói, professor do Colégio Pedro e doutor em Crítica e História da Arte pela UERJ, fala ao público sobre seu trabalho de pesquisa e investigação, que começou a partir de imagens da preguiça no Brasil, tendo identificado congruências com a produção fotográfica de Pierre Verger.

Auditório. Grátis. Retirada de ingresso no local com 1 hora antes. Classificação indicativa 16 anos.

Informações para visitas monitoradas em [email protected]

Link da Exposição:

https://www.sescsp.org.br/programacao/204393_EXPOSICAO+DORMINHOCOS+DE+PIERRE+VERGER

O Sesc São José dos Campos fica na Av. Adhemar de Barros, 999 – Jd. São Dimas. Mais informações pelo telefone 12.3904.2000 e no site sescsp.org.br/sjcampos

SERVIÇO

Artes Visuais

Dorminhocos – Pierre Verger

De 12/09 a 17/11

Horário para visitação: de terça a sexta, das 13h às 22h, sábados, domingos e feriados das 10 às 19h.

Grátis. Área de Exposição. Classificação indicativa livre.

Informações para visitas monitoradas em [email protected]