Início Pindamonhangaba Manifestantes fazem protesto contra reforma da previdência em Pindamonhangaba, SJC, Jacareí e...

Manifestantes fazem protesto contra reforma da previdência em Pindamonhangaba, SJC, Jacareí e Taubaté

(Foto: Guilherme Moura/divulgação)
Publicidade

Nesta sexta-feira (14), estão ocorrendo manifestações em todo o país, contra a Reforma da Previdência. Em Pindamonhangaba, na RMVale, as manifestações estão sendo feitas por metalúrgicos, de nove empresas.

As manifestações estão acontecendo também nas cidades de São José dos Campos e Jacareí, e afetam o transporte público que opera com a circulação de 30% da frota. Em Taubaté o serviço foi suspenso.

A Prefeitura de Taubaté chegou a emitir uma nota nesta quinta-feira (13), informando que foi encaminhada uma notificação à empresa de transporte público, as lideranças sindicais se comprometerem em garantir a operação de um mínimo de 30% da frota para minimizar os impactos à população. Taxistas também foram autorizados pela Secretaria de Mobilidade Urbana a circular em regime de lotação pelos pontos de ônibus. Já os veículos do transporte complementar de Taubaté (Tctau) circulam normalmente.

No Feital, em Pindamonhangaba, metalúrgicos, químicos e servidores estão fazendo uma paralisação conjunta de todo o Distrito Industrial, que envolve apenas no turno da manhã 1.500 trabalhadores de 9 fábricas, sem contar as empresas terceirizadas.

O ato está ocorrendo na av. Júlio de Paula Claro e as fábricas envolvidas são Novelis, LyondellBasell, Incomisa, Elfer, Oversound, Dart/Brasbar, Suvifer, Latasa e Koide.

Segundo levantamento do Sindicato dos Metalúrgicos, a reforma irá atrasar a aposentadoria da categoria em média 10 anos com o fim da aposentadoria por tempo de contribuição, além de reduzir o valor do benefício.

No período da tarde haverá uma manifestação na praça Monsenhor Marcondes, em Pinda, a partir das 15h.