Início Variedades EDP alerta para cuidados com a rede elétrica durante as festas juninas

EDP alerta para cuidados com a rede elétrica durante as festas juninas

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)
Publicidade

Entre janeiro a maio, cerca de 500 clientes ficaram sem energia no Vale do Paraíba e Litoral Norte por conta de balões na rede elétrica; soltura se torna mais comum no período de festejos

As tradicionais festas juninas já tomam conta dos calendários de eventos e garantem diversão em muitas cidades. Para que as festividades ocorram de forma segura, a EDP, distribuidora de energia do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, alerta para alguns cuidados em relação à rede elétrica, seja na utilização de enfeites, fogos de artifício ou dos balões, que aumentam a incidência no período e são proibidos por lei.

Os cuidados com a segurança começam com os preparativos para a festa. Na hora de fixar ornamentos típicos como bandeirolas, faixas e outros adereços, vale lembrar que, por questão de segurança, não é permitida a utilização dos postes da Distribuidora. Todas as instalações da rede elétrica, que compreendem equipamentos como transformadores, estruturas e meios de transmissão de energia, como cabos e demais componentes da rede, energizados ou não, apresentam risco e não podem ser utilizados para fixação de decorações.

O gestor executivo de operação, Marcio Jardim, reforça que não é permitida em nenhuma ocasião que sejam feitas ligações irregulares para energizar as barracas nas festas de rua. “As ligações clandestinas, além de serem consideradas crime, causam sérios riscos de graves acidentes. Caso necessário, os responsáveis pelos eventos devem procurar a Concessionária e solicitar ligações provisórias com antecedência, que serão realizadas por equipes de técnicos altamente capacitados”.

A fogueira, outro símbolo representativo das festas juninas, não deve ser acesa próxima ou embaixo da rede elétrica. O calor das chamas pode danificar os fios, cabos e postes, causando o corte no fornecimento de energia para aos clientes.

Balões

A EDP alerta para os riscos de se soltar balões, que, ao atingirem a rede elétrica, podem causar acidentes, curto-circuito e incêndios. A Lei 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, estabelece que fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano são atos passíveis de pena de um a três anos de detenção e multa.

Os balões podem ainda causar prejuízos ao fornecimento de energia elétrica para a população. Para se ter ideia, no Vale do Paraíba e Litoral Norte, de janeiro a maio deste ano, cerca de 500 clientes ficaram com o fornecimento de energia interrompido devido a ocorrências deste tipo na rede da EDP.

Confira outras dicas de segurança

  • Não instalar nenhum enfeite próximo à rede elétrica.
  • Não utilize arames ou fios metálicos para afixar bandeirinhas ou demais enfeites.
  • Todo o material, incluindo coberturas, por exemplo, deve estar bem afixado para que em casos de fortes ventos, os enfeites não sejam projetados contra a rede elétrica, provocando acidentes ou interrupção no fornecimento de energia.
  • A montagem e a desmontagem devem considerar a existência das redes elétricas aéreas e, em caso de escavação, subterrâneas e gasodutos.
  • Não ligar aparelhos elétricos próximo a duchas ou piscinas.
  • Evitar improvisos (gambiarras), pois eles aumentam o risco de acidentes com a rede elétrica.
  • Não solte fogos de artifício próximos da rede elétrica.
  • Não se aproximo de fios partidos ou caídos ao solo. Impeça que qualquer pessoa se aproxima e entre em contato imediatamente com a EDP.

É importante orientar que, em caso de qualquer incidente na rede elétrica, os consumidores devem entrar em contato pelo site da Distribuidora, por meio dos canais de atendimento:

· Pelo site www.edponline.com.br

· Pelo aplicativo EDP Online (compatível com tablets e smartphones)

· Central de Atendimento: 0800 721 0123

Todos os canais de atendimento são gratuitos e funcionam 24 horas.