Início Taubaté Taubaté homenageia liderança indígena

Taubaté homenageia liderança indígena

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)
Publicidade

No sábado, dia 4 de maio, a Prefeitura de Taubaté realiza o evento “Memórias Indígenas Tahibate”, com a inauguração do monumento ao índio Piquerobi, líder da nação Jerominis, Guaianás de Taubaté. A cerimônia começa às 9h no Museu Histórico Professor Paulo Camilher Florençano.

A programação começa com a apresentação do coral indígena Nhamãndu Nhemopuã de Ubatuba. Em seguida, a professora Kátia Rico realiza a palestra “O legado Guaianá”.
Tahibate é um dos diversos termos indígenas encontrados nos textos antigos para designar Taubaté. As principais influências da língua tupi para a língua portuguesa no Brasil se encontram nos topônimos. A palavra é formada pelo termo tupi “taba” ou “ta” (aldeia) e o sufixo “ibate” (alto, no alto).

A estátua do índio Piquerobi é um monumento em memória ao líder da nação Jerominis, Guaianás de Taubaté. Foi nas proximidades da aldeia Guaianá, que Jacques Félix fundou o povoado de São Francisco das Chagas de Taubaté. Os monumentos são marcos que compõem a cidade e a identidade de seus cidadãos, nos fazendo lembrar da nossa história e de uma memória coletiva.

O monumento faz parte de um projeto da Secretaria de Turismo e Cultura, pensando em projetos históricos turísticos. O índio foi idealizado a partir de desenhos do próprio secretário Marcio Carneiro e de pesquisas realizadas pela professora Kátia Rico sobre as tribos que aqui habitavam antes da chegada dos bandeirantes. A produção foi do artista Humberto Oliveira, que já possui outras obras na cidade.

O Museu Histórico fica na avenida Thomé Portes Del Rey, nº 925, Jardim Ana Emília. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (exceto feriados e emendas), e sábados e domingos, das 9h às 13h.