Início Esporte “Operação São Paulo Mais Seguro” segue até às 4h desta terça-feira (29)...

“Operação São Paulo Mais Seguro” segue até às 4h desta terça-feira (29) em todo o estado

Operação São Paulo Mais Seguro em Pindamonhangaba (Foto: Vale News/divulgação)

Desde às 5h da madrugada desta segunda-feira (28), a Polícia Militar está realizando a “Operação São Paulo Mais Seguro”, em todo o estado, que segue até às 4h desta terça-feira (29).

A operação, realizada pela Polícia Militar, em todo o estado de São Paulo, visa a redução dos indicadores criminais, especialmente dos delitos com motivação econômica, como os latrocínios, roubos de carga, roubos de veículos e outros roubos. A PM aposta na presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e inibir a prática de crimes.

Bem Viver/Araretama Pindamonhangaba (Foto: divulgação/Polícia Militar)

Os trabalhos tiveram início às 05h de hoje e se estenderão até a madrugada de terça-feira, e emprega 100% do efetivo operacional e administrativo apto e disponível, e faz parte da estratégia de comando que objetiva ampliar a ação de presença, na esteira de outras operações já realizadas com bastante êxito em momentos anteriores.

São José dos Campos (Foto: divulgação/Polícia Militar)

Com base em estudos e objetivando atender aos anseios da sociedade em relação ao trabalho policial, especialmente no que se refere a ver a polícia nas ruas, estão sendo implantados pontos de referência, com o estacionamento de viaturas e bases móveis, em locais apontados pelo serviço de inteligência como sendo áreas de interesse de segurança pública.

Natividade da Serra (Foto: divulgação/Polícia Militar)

A estratégia envolve, também, a integração com a comunidade nesses pontos, dentro da filosofia de polícia comunitária, com o objetivo de buscar atender aos seus anseios e identificar outros pontos de interesse para ações de segurança.

Taubaté (Foto: divulgação/Polícia Militar)

Em caso de emergência, acione o Policial Militar mais próximo ou ligue no telefone de emergência 190.

Caraguatatuba (Foto: divulgação/Polícia Militar)