Início Pindamonhangaba Reforma no Pronto-Socorro de Pindamonhangaba inclui facilidade de acesso ao atendimento

Reforma no Pronto-Socorro de Pindamonhangaba inclui facilidade de acesso ao atendimento

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)
Publicidade

A reforma do Pronto-Socorro continua sendo realizada, atualmente na fase de finalização das obras do térreo, que passará a atender a população com espaço ampliado e melhor comodidade.

Nesta semana, as palmeiras “arecas” que compunham o jardim em frente ao PS foram transplantadas para o Parque da Cidade, e estão sendo replantadas próximo ao portal de entrada.

No local onde elas estavam, serão instaladas vagas para deficientes físicos e idosos, facilitando o trânsito e o acesso ao Pronto-Socorro e, assim, mostrando mais uma iniciativa de humanização no atendimento à população, que será a tônica do novo Pronto-Socorro.

“Essa é uma pequena ação, mas que tem um impacto muito grande na melhoria do atendimento à população que procura o Pronto-Socorro”, destacou o prefeito dr. Isael Domingues. “Instalaremos vagas para pessoas que têm necessidade de fazer uma parada rápida no Pronto-Socorro e, assim, vamos criar oportunidades para que as pessoas possam transitar melhor pela Rua Major José dos Santos Moreira, e ter acesso ao Pronto-Socorro”, explicou o prefeito.

Aproximadamente 15 mil pessoas utilizam o PS mensalmente, desta maneira, a reforma irá ampliar os serviços, adequar e organizar para um atendimento humanizado, com segurança e respeito à população.

A primeira fase da obra foi realizada no andar superior do prédio e a terceira e última etapa da reforma será na parte de trás do prédio, com prazo para conclusão ainda no primeiro trimestre de 2019.

De acordo com informações da Secretaria de Planejamento, a reforma engloba melhor alocação das salas, banheiros com acessibilidade, implantação de elevadores e nova pintura. Durante o andamento da obra, o funcionamento do Pronto-Socorro continua sendo realizado, sem prejuízos, apenas com adequações. A reforma trará mais conforto ao atendimento dos pacientes, pois as salas estarão mais arejadas e com mais privacidade, e as alas infantil e de emergência serão totalmente separadas da observação, proporcionando sobretudo, a humanização no serviço da saúde.