Início Pindamonhangaba Pinda utiliza teatro para intensificar combate ao Aedes aegypti

Pinda utiliza teatro para intensificar combate ao Aedes aegypti

COMPARTILHAR
A apresentação “Dengue: em busca da solução perfeita”, da Severina Cia de Teatro, faz parte da programação. Créditos: Divulgação

Nos próximos finais de semana, o Parque da Cidade e o Bosque da Princesa irão receber apresentações teatrais que fazem parte da ação “Todos juntos contra o Aedes aegypti”. A ação que visa conscientizar e sensibilizar a população de forma lúdica e descontraída é uma parceria entre a Secretaria de Educação e Cultura e Secretaria de Saúde e Assistência Social da Prefeitura.

Além das ações realizadas no Parque da Cidade e Bosque da Princesa, 40 escolas da rede municipal de ensino também receberão a ação a partir da próxima segunda (19), com programação até abril.

A primeira apresentação será neste final de semana, no sábado (17), às 15 horas, no Parque da Cidade, com a peça apresentada por Laila Gama, “Stripulica e Alicate”. No domingo, às 15 horas, a Cia Núcleo Cênico de Teatro estará no Bosque da Princesa apresentando “É o fim da picada”.

Na próxima semana, o Parque receberá no sábado (24), às 15 horas, a Cia Novos Atores, com a esquete “Programa Danúbio Meirelles com Aedson Aegypstisss”. E o Bosque recebe “Eu não quero um mundo imundo”, no domingo (25), às 15 horas, apresentado pelo Grupo Ziriguidum.

O sábado do mês, dia 31, é marcado pela esquete “Dengue: em busca da solução perfeita”, apresentado pela Severina Cia de Teatro, às 15 horas, no Parque da Cidade. No dia 1° de abril, às 15 horas, o Bosque recebe a última apresentação: “A gente é agente”, com a Cia Peralta-Esquete.

Segundo o diretor de Cultura da Prefeitura, Alcemir Palma, as companhias respeitaram o chamamento público e apresentaram as peças para os representantes das secretarias e departamentos de Educação, Cultura e Saúde, realizando uma troca de experiências e sendo sugeridas melhorias.

“Esse tipo de ação chega diretamente à população e aos alunos, é uma maneira direta de ensinar a agir contra a dengue e outras doenças causadas pelo Aedes aegypti”, ressaltou Alcemir.

O diretor do Departamento de Proteção aos Riscos e Agravos à Saúde, Rafael Lamana, acredita que a ação é necessária para a eficácia do combate à dengue na cidade. “O intuito é sensibilizar a população municipal, em especial as crianças, visto a alta densidade larvária apurada no mês de janeiro, 6.5. Serão lançadas 106 apresentações de esquetes com o tema ‘Todos juntos contra o Aedes aegypti’. A ideia é chamar a atenção da população e formar combatentes mirins contra o criadouro do mosquito”, completou.