Início Variedades Dieta Carnívora — O que é e por que as pessoas estão...

Dieta Carnívora — O que é e por que as pessoas estão seguindo?

Foto: Freepik/divulgação
Publicidade

Dieta carnívora — o que exatamente é essa estratégia? É isso que você vai aprender neste artigo, que trata de uma estratégia alimentar que está cada vez mais popular, e seguida por muitas pessoas: a dieta carnívora.

Esta é uma dieta que pode chocar algumas pessoas — porque muita gente tem a impressão de que uma dieta baseada em alimentos de origem animal, como é a dieta carnívora, não seria algo saudável.

Porém, não é isso que a experiência do mundo real está mostrando — e muitas pessoas têm emagrecido com essa dieta. Vamos entender no que ela consiste.

Dieta carnívora — o que é

A dieta carnívora é basicamente uma estratégia em que você come apenas produtos de origem animal. E não come produtos de origem vegetal.

Parece estranho, mas é isso mesmo: uma dieta para emagrecer, que

não tem salada,
não tem vegetais,
não tem tubérculos ou raízes,
não tem grãos, e
não tem leguminosas.

É realmente o contrário da maioria das coisas que você já ouviu falar por aí.

De maneira resumida, a dieta carnívora é o oposto da dieta vegana — é o oposto do veganismo, porque nela você não come os alimentos de origem vegetal.

E o que você come se você não pode comer vegetais?

Basicamente, você pode comer alimentos de origem animal, o que vai incluir

carne de boi,
carne de porco,
carne de frango,
carne de pato, e de qualquer outro bicho que você imaginar.

Também inclui ovos, peixes, frutos do mar, alguns laticínios (se você lida bem com eles), alguns produtos embutidos, do tipo presunto de parma.

Você também pode comer coisas como caldo de ossos e mesmo as gorduras de origem animal você vai preferir pra cozinhar, do tipo banha de porco, sebo de boi, e manteiga.

Você vai evitar gorduras de origem vegetal, especialmente as flores vegetais refinadas que são bem danosas para sua saúde.

E vai comer também órgãos e vísceras, como fígado, coração, moela, bucho, e afins.
Vamos ver em mais detalhes agora.

Alimentos Permitidos na Dieta Carnívora

Os alimentos permitidos na dieta carnívora incluem:

Carnes: Carne de boi, porco, frango, pato e qualquer outra carne animal.
Ovos: Todos os tipos de ovos.
Peixes e frutos do mar: Salmão, atum, camarão, lagosta, entre outros.
Laticínios: Alguns laticínios, como queijo e manteiga, se a pessoa tolera bem.
Produtos embutidos: Presunto de parma, bacon, entre outros, desde que não contenham aditivos vegetais.
Gorduras de origem animal: Banha de porco, sebo de boi e manteiga.
Órgãos e vísceras: Fígado, coração, moela, bucho, e outros órgãos.

Alimentos Excluídos na Dieta Carnívora

Os alimentos que são excluídos incluem:

Frutas: Todas as frutas.
Vegetais: Todos os tipos de vegetais.
Grãos: Trigo, arroz, milho, e outros cereais.
Leguminosas: Feijão, lentilha, grão-de-bico, entre outros.
Tubérculos e raízes: Batata, cenoura, beterraba, entre outros.
Gorduras vegetais refinadas: Óleo de soja, óleo de canola, óleo de milho, entre outros.

Por Que as Pessoas Estão Seguindo a Dieta Carnívora?

A adesão à dieta carnívora é motivada por diversos fatores, incluindo:
Perda de Peso

Muitas pessoas recorrem à dieta carnívora como uma maneira de perder peso rapidamente. A eliminação de carboidratos e alimentos processados pode levar a uma perda de peso significativa, especialmente nos primeiros estágios da dieta. A alta ingestão de proteínas e gorduras também pode promover a saciedade, reduzindo a ingestão calórica total.

Melhoria da Saúde Digestiva

Alguns seguidores da dieta carnívora relatam melhorias na saúde digestiva, incluindo a redução de sintomas de distúrbios digestivos como a síndrome do intestino irritável (SII).

A eliminação de fibras vegetais, que podem ser difíceis de digerir para algumas pessoas, é vista como um benefício.

Controle de Doenças Autoimunes

Há relatos anedóticos de pessoas que experimentaram alívio dos sintomas de doenças autoimunes ao seguir a dieta carnívora.

A teoria é que a eliminação de alimentos vegetais pode reduzir a inflamação e melhorar a resposta imunológica.

Simplicidade

A dieta carnívora pode ser atraente pela sua simplicidade. Não há necessidade de contar calorias, macronutrientes ou porções.

A regra é clara: comer apenas produtos de origem animal.

Benefícios da Dieta Carnívora

Os benefícios potenciais da dieta carnívora incluem:

Perda de peso rápida e sustentada: A eliminação de carboidratos pode levar a uma perda de peso significativa.
Maior saciedade: A alta ingestão de proteínas e gorduras pode manter a pessoa satisfeita por mais tempo.

Redução de inflamação: Alguns estudos sugerem que a eliminação de certos alimentos vegetais pode reduzir a inflamação.

Melhoria da saúde mental: Relatos anedóticos indicam melhorias no humor e na clareza mental.

Aumento de energia: Muitos seguidores relatam sentir-se mais energéticos ao longo do dia.

Se você for pensar, a dieta carnívora é uma variação da dieta cetogênica. Portanto, vários de seus benefícios são os mesmos da dieta cetogênica.

Desafios da Dieta Carnívora

Apesar dos benefícios relatados, a dieta carnívora também apresenta desafios significativos:

Dificuldade social: Manter uma dieta tão restritiva pode ser difícil em situações sociais, como refeições em família e eventos.

Monotonia alimentar: Comer apenas produtos de origem animal pode tornar-se repetitivo e tedioso a longo prazo.

Dieta Carnívora — Conclusão E Palavras Finais

A dieta carnívora pode ser uma abordagem nutricional surpreendentemente eficaz e revigorante para muitas pessoas.

Se você está procurando uma maneira de perder peso, melhorar sua saúde digestiva ou simplesmente simplificar sua alimentação, a dieta carnívora oferece uma solução direta e poderosa.

Ao focar em alimentos de alta qualidade e eliminar a complexidade de contar calorias e macronutrientes, você pode descobrir uma nova sensação de energia, clareza mental e bem-estar geral.

Além disso, as experiências positivas de inúmeros seguidores da dieta carnívora são um testemunho de seus potenciais benefícios.

Muitas pessoas relatam melhorias significativas em sua saúde e qualidade de vida, desde a redução de inflamações até o aumento da saciedade e do controle de peso.

Essa dieta pode parecer radical à primeira vista, mas para aqueles que a experimentam, ela frequentemente resulta em mudanças positivas e duradouras.

Portanto, se você está curioso e pronto para explorar novas formas de nutrir seu corpo, por que não dar uma chance à dieta carnívora?

Se o “tradicional” não funcionou, é hora de testar algo diferente.

Publicidade