Início Variedades Solicitação de renovação de CNH: saiba se você se encaixa no grupo

Solicitação de renovação de CNH: saiba se você se encaixa no grupo

Créditos: iStock

Perder o prazo de renovação pode resultar em multas, pontos na carteira ou até a perda do direito de dirigir

A pandemia do Covid-19 adiou o processo de renovação da habilitação de todos os motoristas cujo documento venceu entre 2020 e 2021. Conforme o processo de vacinação foi progredindo, o Detran retomou suas atividades normais, e todos já podem regularizar sua situação, mas é necessário ficar atento aos prazos. Aqueles que tiveram o documento vencido entre maio e junho de 2021 têm até 31 de julho para garantir a renovação.

Publicidade

O processo pode ser realizado pela internet ou em alguns lugares presencialmente, que costuma ser no próprio Detran ou no Poupatempo do seu estado, mas pode variar. Será necessário realizar alguns procedimentos pagos, então é preciso reservar um dinheiro na hora de procurar a renovação. Será preciso fazer um novo exame médico e, em alguns casos, um exame toxicológico, onde os dois são pagos separadamente e os valores vão variar de acordo com o estado. Além dos gastos com exames, também é obrigatório pagar uma taxa do Detran, que no geral fica na casa dos R$ 116, então é um processo que custa entre R$ 200 e R$ 400, no total.

O exame médico deve ser realizado em clínicas autorizadas pelo Detran, então é o próprio departamento que irá encaminhar o local onde deve ser feito. Já o exame toxicológico para CNH não é obrigatório em todos os casos, sendo requisitado apenas para motoristas que tenham habilitação nas categorias C, D e E. Quem exerce qualquer tipo de atividade remunerada dirigindo ainda precisará passar por uma avaliação psicológica, então esse é um exame extra direcionado somente para este grupo.

A taxa do Detran já inclui o frete da entrega da nova carta via Correios, que no estado de São Paulo deve chegar cerca de 14 dias após a renovação. Agora, os motoristas já estão recebendo a nova CNH, que começou a valer em 1º de junho. Esse será o novo documento definitivo e busca se alinhar aos padrões internacionais, além de ser mais difícil de falsificar. Além das mudanças na coloração, também é possível checar as categorias que o motorista é habilitado na parte traseira.

Quem perde o prazo de renovação é punido com uma infração gravíssima (sete pontos na carteira), além de multa de R$ 293,47. Dependendo de quantos pontos o motorista já tiver acumulado, ele pode até mesmo perder o direito de dirigir, sendo necessário passar por um processo de repescagem.