Início Pindamonhangaba Prefeitura de Pinda renova Atividade Delegada para reforçar combate ao crime

Prefeitura de Pinda renova Atividade Delegada para reforçar combate ao crime

Foto: Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba/divulgação

A Prefeitura de Pindamonhangaba assinou neste mês de abril a renovação da Atividade Delegada para reforçar o combate à criminalidade no município. O convênio assinado com o Governo do Estado amplia a participação da Polícia Militar no município com a contratação de trabalho extra de 21 policiais e a cessão de seis viaturas VW Gol e seis motocicletas Honda para ação policial ostensiva.

Publicidade

A assinatura do termo de renovação do convênio aconteceu no 5º Batalhão da Polícia Militar do Estado em Taubaté e contou com a participação do secretário municipal de Segurança, Fabrício Pereira e do Major PM Rinaldo Risi de Almeida.

Com a ação, a Prefeitura de Pindamonhangaba garante maior presença policial nas ruas do município, através do emprego de militares do Estado, fardados e munidos do equipamento de proteção individual, em escala especial e em locais a serem especificados em Plano de Trabalho, mediante delegação compartilhada das atribuições. O convênio tem validade garantida até abril de 2025.

Dentre as metas a serem atingidas, definidas no Plano de Trabalho, estão as ações para aumento da sensação de segurança da comunidade conforme a doutrina de Polícia Comunitária e de Programas de Policiamento, bem como para minimizar os impactos na segurança pública e alcançar a ordem pública. “Estão no escopo do plano as operações que visam combater a perturbação de sossego, consumo de drogas lícitas e ilícitas em diversas praças públicas, bem como as ações de fiscalização ao funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais e atividades de comércio ambulante”, explicou o secretário Fabrício Pereira.

Para o prefeito Isael Domingues, o município não tem medido esforços para ser um parceiro do Estado na luta por uma cidade mais tranquila. “Começamos o ano com número elevado de homicídio, em fevereiro não tivemos nenhum registro. Os indicadores de furto e roubo estão em queda, mas sabemos que a luta pela segurança tem que ser diária.

Estamos aguardando o fechamento das estatísticas da Secretaria de Segurança de março e continuamos apoiando a PM e a Civil, com a nossa GCM armada e com o trabalho de monitoramento com mais de 1.000 câmeras espalhadas pela cidade”, ressaltou o prefeito.