Início Pindamonhangaba Prefeitura de Pinda apela à população para abrir sua casa para campanha...

Prefeitura de Pinda apela à população para abrir sua casa para campanha contra a dengue

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

A Prefeitura de Pindamonhangaba, através da Secretaria de Saúde, está realizando a Campanha contra a Dengue e reforça junto à população a importância de abrir suas casas para receber a equipe da Vigilância Epidemiológica. Em virtude dos índices elevados da pandemia da Covid-19, muitos moradores não estavam autorizando o acesso dos agentes.

Publicidade

A Vigilância Epidemiológica ressalta que seus agentes estão identificados e realizam a visita seguindo as regras sanitárias. Com o acesso aos imóveis os agentes podem realizar as orientações devidas e realizar a fiscalização em possíveis focos de criadouros do mosquito transmissor da Dengue.

Segundo os dados do município de 1º de janeiro a 10 de março deste ano foram notificados 42 casos de dengue. No comparativo do ano passado, no mesmo período, os números de casos eram de 518 e comparando com 2019 eram 55 casos notificados. “Embora os números apresentem uma melhora, nossos agentes continuam em campo pois o trabalho de monitoramento é muito importante para que as notificações de dengue não aumentem. Por isso pedimos à população que abra sua casa para receber a visita e orientação da nossa equipe”, afirmou o Chefe de Divisão de Zoonoses, Ricardo Costa Manso.

Os bairros Campinas e Maricá são as regiões que hoje apresentam a maior incidência de casos e por isso estão recebendo uma atenção maior. Dos 42 casos deste ano, 31 são de moradores do bairro das Campinas, que neste ano vem recebendo a campanha de conscientização junto às igrejas, escolas e entidades, bem como duas ações de bloqueio pela equipe da Vigilância.

Após a confirmação pela unidade de saúde dos casos de dengue, a Secretaria de Saúde monitora a quantidade de casos e tendo algum bairro com quantidade de casos considerável, inicia-se o trabalho de visita domiciliar e orientação, executando ações de bloqueio num raio de 200 metros ao redor da casa de um munícipe notificado de dengue. Dessa forma, o criadouro é eliminado com a nebulização pontual em todas as residências com aplicação de inseticida.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, atualmente a situação está controlada face à última Análise de Densidade Larvária (ADL) medindo em diversas áreas do município a presença de larvas em possíveis criadouros. Recentemente, a última medição registrou uma média para o município de Índice Predial 4,8.

“Estamos fazendo todo o esforço para reduzir essa marca. Temos uma região crítica que é a zona leste da cidade, onde em alguns bairros o índice chegou a 10,8, ou seja, de cada 100 imóveis analisados, 10 constaram larvas do Aedes aegypti”, afirmou Ricardo.

A Prefeitura ressalta as principais ações que a população pode tomar para combater a dengue:

• Mantenha a caixa d’água bem fechada e coloque tela no ladrão da mesma
• Mantenha bem tampados tonéis e barris d’água
• Lave semanalmente (por dentro) com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água
• Fure os pratinhos das plantas para que não acumule água
• Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas
• Não deixe água acumulada sobre a laje
• Coloque no lixo todo objeto sem utilidade que possa acumular água
• Adicione água sanitária nos ralos
• Limpe e lave os bebedouros dos animais semanalmente