Início Caraguatatuba Caraguatatuba volta com as aulas municipais para 20 mil alunos no dia...

Caraguatatuba volta com as aulas municipais para 20 mil alunos no dia 8 de fevereiro

(Foto: divulgação/PMC)

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Educação, informa que o ano letivo de 2022 terá início na próxima terça-feira (8) para os quase 20 mil alunos matriculados nas 54 unidades escolares da rede municipal.

Publicidade

O retorno dos professores e gestores será um dia antes, quando todos participam de uma formação pedagógica onde serão repassados os protocolos de segurança a serem cumpridos nas escolas.

Entre os itens para melhor organização dos espaços constam a fixação de cartazes de orientação, o uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel, sinalização da entrada e saída dos estudantes e utilização de todos os espaços possíveis para a realização das atividades escolares evitando aglomerações.

Com atividades 100% presenciais, o horário de atendimento será ampliado nos Centros de Educação Infantil, retomando assim, os horários regularmente estabelecidos para todas as etapas de ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) e Fundamental II (6º ao 9º ano).

Desta forma, com o início das aulas nos Centros de Educação Infantil, nas etapas de período integral, as crianças terão atendimento das 7h às 17h30. Nas EMEIs os horários serão os seguintes: turno da manhã, das 7h30 às 11h45; e, turno da tarde das 13h30 às 17h45. Nas EMEFs, turno da manhã das 7h às 12h15 e da tarde das 13h às 18h15. Na EJA as aulas serão das 19h às 22h30 e nos CIDEs das 7h às 15h35 ou 18h15, conforme a carga horária.

A secretária de Educação, Márcia Paiva, comentou que todas as unidades da rede municipal de Caraguatatuba, os setores e servidores que compõem a Secretaria de Educação estão preparados para receber os alunos com muito carinho, dedicação e as precauções que a pandemia ainda exige.

“As aulas iniciam dia 8, mas os cuidados começam antes dos alunos chegarem na escola, com a sanitização das salas e a limpeza das superfícies. Nossos educadores seguem sendo atualizados sobre os protocolos e orientados a conversar com os alunos sobre o vírus, sempre reforçando os cuidados. Se cada um de nós fizer sua parte, teremos um ano letivo muito satisfatório”, disse.

Dentre os protocolos, o uso da máscara facial continuará obrigatório para crianças acima de três anos. Além disso, os estudantes terão a temperatura aferida ao entrarem na escola e as mãos higienizadas com álcool em gel. Haverá também a intensificação da limpeza das unidades.

O Plano SP determina o retorno presencial obrigatório para todos os alunos com o objetivo de garantir o acesso e a frequência dos estudantes da Educação Básica à unidade escolar. Com isso, poderão permanecer em atividades remotas somente os alunos que pertencerem ao grupo de risco para a Covid-19. Neste caso, os pais deverão apresentar atestado médico que indique o impedimento da criança de comparecer às aulas presenciais.

A secretária reforçou que o retorno presencial à escola é importante, pois garante o melhor desenvolvimento dos estudantes. Sobre a vacinação, ela destacou que os profissionais da educação estão vacinados contra a Covid-19. “Incentivamos aos pais que busquem as unidades de saúde e também vacinem seus filhos acima de 5 anos para segurança para todos”, concluiu.