Início Caraguatatuba Caraguatatuba sobe no ranking de competitividade, é destaque na região e avança...

Caraguatatuba sobe no ranking de competitividade, é destaque na região e avança na educação

(Foto: divulgação/PMC)

Caraguatatuba subiu 18 posições no Ranking de Competitividade 2021 em relação a 2020 e hoje ocupa a 74ª colocação no Brasil. No Litoral Norte, ficou à frente de São Sebastião (175) e Ubatuba (223). Ilhabela não consta na publicação por ter menos de 80 mil habitantes.

Publicidade

Destaque no município para as áreas de telecomunicações, que subiu 96 posições e está em 24; qualidade da educação, que ganhou 24 pontos, indo para posição 64; segurança, avançando 89 pontos e indo a 117; capital humano, subindo 134 e alcançando posição 119 no ranking; e inserção econômica, que subiu 137 pontos.

Em relação à telecomunicações, são avaliados acessos a telefonia móvel e com 4G, acessos de banda larga e com fibra ótica. No pilar segurança, quesitos como mortalidade e morbidade nos transportes tiveram melhorias na pontuação.

Prefeito Aguilar Junior e a secretaria de Educação, Márcia Paiva, com selo Compromisso Educação (Foto: Cláudio Gomes/PMC)

Quanto à educação, no quesito qualidade, a pontuação do Ideb nos ensinos fundamentais anos iniciais e finais, além do ensino médio, contribuíram para o bom índice.

Já no quesito ‘acesso à educação’, a avaliação observa alunos em tempo integral nos Ensinos Fundamental, Educação Infantil e Médio, Taxa de Atendimento em Educação Infantil e Taxa de Matrícula para Ensinos Fundamental e Médio.

Sobre o Ranking

O Ranking de Competitividade dos Municípios é realizado pelo CLP (Centro de Lideranças Públicas) e é uma ferramenta que visa apoiar os líderes públicos brasileiros nas tomadas de decisão, com foco na melhoria da gestão das cidades.

O Ranking analisa o total de 411 municípios brasileiros (7,38% do universo de municípios), representando os municípios do país com população acima de 80 mil habitantes de acordo com a estimativa do IBGE para o ano de 2020.

(Foto: divulgação/PMC)

Esta é a segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios e é composta por 65 indicadores, organizados em 13 pilares temáticos e 3 dimensões: instituições, sociedade e economia. Esta organização é fruto de ampla reflexão ao longo do projeto sobre quais são os temas fundamentais para se analisar a competitividade a nível municipal no Brasil.

Entre os objetivos estão incentivar a competição positiva entre os municípios, entendida como a busca dos agentes no município por melhorar o fornecimento de serviços públicos, atrair empresas, trabalhadores e estudantes para ali viverem e se desenvolverem; permitir a obtenção de um amplo mapeamento dos fatores de competitividade e de fragilidade, direcionando, de forma mais precisa, a atuação das lideranças públicas municipais para planejamento e atuação para aquilo que é prioritário; valorizar casos de sucesso, promovendo a publicização e inspiração originada pelas boas iniciativas para se aplicar em outras localidades.

Também serve com uma ferramenta para cidadãos avaliarem e cobrarem de forma eficiente o desempenho dos formuladores de políticas públicas; ser um sistema de incentivo e de enforcement à melhoria para os líderes públicos e a sociedade no município; possibilitar uma comparação simples, direta e concisa, entre localidades, de uma série de atributos institucionais, sociais e econômicos que são comumente de difícil mensuração e avaliação; além de construir e disponibilizar uma ferramenta prática de auxílio e mobilização dos atores envolvidos nos processos de formulação e implementação de políticas públicas, tornando-as efetivas e baseadas em dados e evidências.