Início Pindamonhangaba Em Pinda, Terminal Rodoviário Dutra entra na fase de cobertura e atinge...

Em Pinda, Terminal Rodoviário Dutra entra na fase de cobertura e atinge 73% de execução da obra

Foto: Divulgação/PMP

As obras de construção do novo Terminal Rodoviário de Pindamonhangaba estão entrando na fase de cobertura. O empreendimento, que tem investimento previsto de R$ 9 milhões, está sendo construído às margens da Rodovia Presidente Dutra e já atingiu 73% do cronograma de execução.

Publicidade

O projeto e o planejamento da obra tiveram início em 2018 e a construção começou em junho de 2020. A previsão é de que a obra seja concluída ainda no primeiro semestre de 2022, sob responsabilidade da empresa KF Construções e Serviços, vencedora da concorrência Pública.

Foto: Divulgação/PMP

A área total do empreendimento é de 26.300m² e foi doada ao município pelos proprietários da Rede Shibata, sendo que o empreendimento contempla uma área de 9.700m² entre plataforma e área de circulação e o prédio com 1.860m².

Além das 10 vagas na plataforma de embarque e desembarque e área de estacionamento para ônibus, o espaço terá área administrativa com vestiário e copa para funcionários, guichês, sanitários públicos acessíveis, fraldário, guarda-volume, espaços para locação de pontos comerciais e praça de alimentação.

O estacionamento contará com área para táxis e motoristas de aplicativo, área para carga e descarga para serviços, área para motos e bicicletas e mais de 50 vagas para veículos de passeio. A nova rodoviária ainda contará com uma praça externa, bem iluminada e com trabalho paisagístico.

Foto: Divulgação/PMP

“O novo terminal de Pindamonhangaba contemplará um espaço mais adequado à realidade e ao crescimento do município, oferecendo oportunidades de entretenimento e serviços úteis com espaço para lojas e uma grande praça de alimentação com restaurante âncora. O conceito arquitetônico adotado visa funcionalidade e organização, possibilitando o desenvolvimento econômico de forma qualitativa”, afirmou a secretária de Obras e Planejamento, Marcela Franco.

Com a chegada da nova rodoviária às margens da Rodovia Presidente Dutra, Pindamonhangaba desbrava novas possibilidades de crescimento para uma região pouco explorada, que no final da década de 90 recebeu a FAPI (Faculdade de Pindamonhangaba), atualmente UNIFUNVIC. A expectativa futura é de que nesta região a cidade receba no futuro o prolongamento da Rodovia Carvalho Pinto, que irá interligar à Via Dutra, onde estrategicamente estará localizado o futuro terminal.

“Outro fator relevante é a implantação do Terminal Rodoviário às margens da Rodovia Presidente Dutra no sentido Rio de Janeiro, já que outros estão localizados no sentido São Paulo. Ressalto também a importância do turismo, que terá uma estrutura para que possa ser divulgado de forma abrangente, motivando a todos a conhecer a nossa cidade”, explicou Marcela Franco.

Para o Prefeito Isael Domingues, a obra comprova que a cidade está em outro patamar. “Através de uma gestão eficiente, criativa e com espírito empreendedor, buscamos receita junto ao FINISA e recursos próprios para concretizar esse importante plano de governo. A economicidade realizada de forma responsável, nos conduz a concretizar obras que impulsionam o progresso. A atual rodoviária serviu a cidade por 33 anos, foi construída na gestão do ex-prefeito João Bosco Nogueira e inaugurada em novembro de 1988, o momento é propício para avançarmos.”

Administração dos Terminais – Para administrar os novos terminais rodoviários, Moreira César e Dutra, a Prefeitura de Pindamonhangaba abrirá processo licitatório, através de concorrência pública, para contratação de empresa especializada em administração de terminais rodoviários.

O termo de referência encontra-se em análise no setor jurídico e após esta etapa será encaminhado para o setor competente dar prosseguimento aos trâmites. A previsão é de que ao término da obra do terminal de Pinda, seja concluído o processo e tenhamos a empresa vencedora que fará a gestão técnica e financeira dos novos equipamentos.